Astrônomos brasileiros descobrem asteroide pela primeira vez

Descoberto por observatório mineiro e batizado de 2014 KP4, o asteroide de 600 metros de diâmetro poderia devastar um continente caso se chocasse com a Terra

São Paulo – Pela primeira vez, astrônomos amadores brasileiros localizaram um asteroide no espaço. Batizado de 2014 KP4, o objeto tem órbita que corta a da Terra e pode ter até 600 metros de diâmetro.

Por sorte, a inclinação de 10º em sua trajetória impede que o asteroide se choque com o nosso planeta. De acordo com os cientistas, isso poderia causar a devastação de um continente.

“Não foi fácil encontrar, foram muitos dias de busca”, afirmou em nota o engenheiro Cristóvão Jacques. Ele é dono do observatório particular Sonear, responsável pela descoberta realizada em 20 de maio.

Confirmação

Após a identificação do 2014 KP4 pelos brasileiros, observatórios na Austrália e na Itália confirmaram a descoberta.

O asteroide é o segundo achado do Sonear, que já havia identificado em 16 de janeiro o cometa C/2014 A4 Sonear.

//cdn.thinglink.me/jse/embed.js

Criado por Jacques e outros dois amigos no fim do ano passado, o Sonear fica em Oliveira (MG) – cidade a 120 km de Belo Horizonte.

Segundo a Agência Espacial Brasileira, 90% dos asteroides que representam real ameaça para a Terra (com 1 km ou mais de diâmetro) já foram identificados. Ao todo, eles são cerca de mil.

Entretanto, centenas de milhares de outros objetos menores (como o 2014 KP4) ainda não foram identificados pelos cientistas.