Arquiteto de prédio que derrete carros já cometeu o mesmo erro

São Paulo - O arquiteto uruguaio Rafael Viñoly possui uma lista de grandes obras projetadas, como o Fórum Internacional de Tóquio, o Tribunal do Bronx e o Estádio...

São Paulo – O arquiteto uruguaio Rafael Viñoly possui uma lista de grandes obras projetadas, como o Fórum Internacional de Tóquio, o Tribunal do Bronx e o Estádio da Universidade de Princeton. No entanto, um dos últimos trabalhos do profissional rendeu polêmicas: ele desenhou um arranha-céu localizado em Londres cujo reflexo dos vidros é acusado de derreter partes dos carros estacionados próximos ao edifício. 

Curiosamente, esse problema não é inédito para Viñoly. Projetado pelo uruguaio e lançado em 2009 em Las Vegas, o hotel Vdara também é completamente revestido por vidros espelhados e tem a fama de projetar um “raio da morte”, que incide sobre o deque da piscina e produz áreas de calor intenso. 

Localizada no deserto de Mojave, a cidade de Las Vegas tem clima semiárido e registra temperaturas superiores a 40ºC no verão, o que amplifica o alcance do “raio da morte” do hotel.

Em 2010, o periódico Las Vegas Review Journal publicou uma notícia contando o relato de hóspedes do Vdara que presenciaram copos de plástico e sacolas de compras derretidas por conta do reflexo provocado pelos vidros da construção.

Em Londres, o prédio batizado de Walkie-Talkie, devido ao seu formato curvo, ainda está em construção, mas será alvo de investigação pelas autoridades locais.