Anvisa reconhece métodos de pesquisa sem testes em animais

Produtos que tenham sido testados com esses métodos são válidos e não estão em desvantagem em relação aos métodos tradicionais

São Paulo – A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) formaliza nesta quarta-feira, 3, o reconhecimento de 17 dos 19 métodos que substituem o uso de animais em pesquisas.

A medida pretende deixar claro que pedidos de registro de produtos com base em pesquisas que adotem tais métodos são válidos e não estão em desvantagem em relação aos métodos tradicionais.

Laboratórios terão cinco anos para abandonar o uso de animais nas pesquisas. Todos os métodos também foram validados por órgãos internacionais.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.