Americana ganha mãos biônicas após doença rara

Aimee Copeland recebeu mãos biônicas após contrair uma bactéria que destruiu a pele e a fez perder as mãos, pés e uma das pernas

São Paulo – A americana Aimee Copeland recebeu mãos biônicas após contrair uma bactéria que destruiu a pele e a fez perder as mãos, os pés e uma das pernas. As próteses doadas pela empresa Touch Bionics foram exibidas em programa da emissora NBC, nos Estados Unidos.

Cada mão biônica custou, em média, 100 mil dólares. Além de ganhar as mãos, Aimee recebeu um treinamento para aprender a usar as próteses, que respondem aos sinais musculares e conseguem fazer 24 tipos de movimentos diferentes.

Enquanto aprendia a controlar as novas próteses, Aimee admitiu que ainda tinha que se acostumar com as novas mãos. Mas a empresa acredita que a garota será capaz de se adaptar aos novos membros em breve e movimentá-los sem focar a atenção nisso. A garota já consegue cortar frutas, dobrar roupas e até escrever.

Em abril de 2012, Aimee sofreu um acidente em uma tirolesa sobre um rio no estado da Geórgia. Cortou a perna e caiu no rio, onde foi infectada pela bactéria Aeromonas hydrophila. Foi quando desenvolveu a doença rara fasceíte necrotizante.

A infecção é considerada extremamente grave e pode levar a morte. A bactéria libera toxinas que destroem os tecidos e as camadas internas e externas da pele. Isso fez com que os médicos precisassem amputar a perna esquerda, o pé direito e as duas mãos da garota.