Agência espacial europeia faz manobra e evita colisão entre satélites

Há uma semana, o centro de controle espacial da Força Aérea dos Estados Unidos, alertou sobre a possibilidade de colisão entre o Aeolus e o Starlink44

Paris – A Agência Espacial Europeia (ESA) anunciou nesta terça-feira ter realizado pela primeira vez uma manobra para evitar a colisão de um de seus satélites com outro, pertencente à empresa americana SpaceX.

A ESA disse em comunicado que o satélite de observação de ventos na atmosfera Aeolus Earth ligou ontem os propulsores para alterar sua trajetória e evitar que se chocasse com um dos satélites do sistema Starlink, da SpaceX.

Há uma semana, o centro de controle espacial da Força Aérea dos Estados Unidos, que monitora objetos que orbitam a Terra, alertou sobre a possibilidade de colisão entre o Aeolus e o Starlink44, um dos componentes do Starlink.

Quando a probabilidade de que se chocassem chegou a 1 em 10 mil, na última quinta, a agência europeia decidiu ativar a manobra.

O plano da ESA é recorrer à inteligência artificial para coordenar as trajetórias dos satélites e fazer uma estimativa de riscos automatizada para evitar colisões, e ele será levado à próxima reunião dos países que integram a agência, marcada para novembro em Sevilha, na Espanha.