Você é o que compartilha nas redes sociais corporativas

Nessas redes de empresas, é melhor ser o mais interessante, e não o mais popular

São Paulo – Nos últimos meses, empresas como Itaú, Bradesco e Petrobras começaram a montar suas redes sociais corporativas. Por meio de ferramentas de relacionamento virtual, as empresas querem fazer gestão de conhecimento, gestão estratégica de pessoas, aprendizagem organizacional, comunidades de prática, educação corporativa, inteligência competitiva e coletiva. 

As grandes companhias sabem que, incentivando o compartilhamento interno, vão integrar os funcionários e podem reduzir a duplicidade de produção de conteúdo, o desperdício de trabalho intelectual, o número de reuniões e o excesso de e-mails. Sim, a tecnologia social ajudará você, sua equipe, seus clientes e sua empresa.

Vários estudos indicam que quase 80% do que você está fazendo hoje na sua empresa já foi feito por alguém de modo similar e esse conteúdo está escondido em alguma caixa de e-mail, ata de reunião ou apresentação de ppt. Mais do que isso, a troca de ideias ajuda a alimentar a inovação na empresa. 

Nessas redes corporativas, a lógica é diferente da usada no Facebook, em que você tem de ser o mais curtido. Nas redes privadas, é melhor ser o mais interessante, e não o mais popular. 

Bem-vindos à era em que o “eu social” e o “eu corporativo” não terão linhas definidas. Você é o que compartilha. Você aprenderá com os mais novos e ensinará os mais experientes de sua empresa. Será educador e aluno simultaneamente. E você será respeitado pelos seus parceiros pela sua contribuição coletiva, e não pela piada engraçada.        

As oportunidades profissionais são fantásticas. Ao compartilhar coisas boas, você pode ser o curador de redes de pessoas da sua empresa e ganhar visibilidade, talvez uma promoção. Assuma o papel de contar as histórias dos insights de marketing, vendas, serviços e suporte, inovação e colaboração que surgirão em sua rede.

Ajude a divulgar a estratégia da empresa e a conectar pessoas de diferentes departamentos. Use a rede para motivar sua equipe — dar publicidade ao funcionário é uma ótima forma de reconhecimento. Não esqueça que a rede corporativa também é feita de humor refinado e de relacionamentos, conversas e reciprocidades. Na etiqueta digital, divulgue comentários respeitosos, significativos, oportunos e apropriados. Sempre pare e pense antes de postar.

Gil Giardelli escreve sobre inovação digital e é professor do Centro de Inovação e Criatividade da ESPM e da Miami Ad School. Também é presidente da Gaia Creative.