Use esta regra para nunca mais errar o passado em inglês

Você também confunde o simple past e o present perfect? Descubra como é simples diferenciá-los

Assim como no português, existem várias formas diferentes para falar alguma coisa em inglês no passado, e isso confunde muitos estudantes brasileiros. Acrescente um tempo verbal completamente desconhecido no nosso idioma e aí é quase certo que vão surgir várias dúvidas.

Afinal, como dizer “eu trabalho nesta empresa desde 2010”? No passado? No presente? Ou os dois juntos? Para não confundir mais, confira as dicas a seguir:

Passado simples (simple past)

Como o próprio nome diz, o simple past é usado para qualquer situação que tenha acontecido no passado e ficou por lá. É comum colocarmos uma referência de tempo na frase, e ela sempre vai ser de um momento que não volta mais: yesterday, last night, last week, last month, two years ago, etc. Repare que são todas referências de um tempo que nunca mais vai voltar. Veja alguns exemplos:

  1. a) Last weekend, I went to the movies and ate Japanese food.
  2. b) I had many meetings at work yesterday. I was very busy.

Nos dois exemplos acima, tanto “last weekend” quanto “yesterday” já passaram. Não dá para voltar atrás.

Presente perfeito (present perfect)

Este tempo verbal confunde muita gente, mas pra não ficar dúvidas basta pensar no nome dele: present perfect. Embora ele seja usado para falar de situações do passado, ele sempre vai se relacionar com o presente de alguma maneira. Com ele, é comum usarmos referências de tempo que ainda não acabaram e que se estendem até hoje: today, this month, this year, since 2010, etc. Olha só:

  1. a) I have worked in this company since 2010.
  2. b) I haven’t hit the gym this week.

Nos dois exemplos, embora as situações se relacionem com o passado, elas continuam até hoje: “since 2010” e “this week” ainda não acabaram.

Para terminar, você consegue entender a diferença entre as duas frases abaixo?

I didn’t see the Picasso exhibition at the museum.

I haven’t seen the Picasso exhibition at the museum.

Parece a mesma coisa à primeira vista, mas elas são bem diferentes:

A primeira frase está no passado simples, o que deixa subentendido que a exposição já acabou! Não tem como voltar no tempo para ver a exposição. Quem perdeu, perdeu.

Já na segunda frase, que está no presente perfeito, fica subentendido que a exposição ainda não acabou, e que quem ainda não viu a exposição pode ir hoje, amanhã ou depois.

Michel Rosas é professor de inglês e gerente de marketing da Companhia de Idiomas