É profissional de TI? Então, dê um upgrade no seu currículo

São Paulo – Se você está à procura de um novo emprego, o primeiro passo é elaborar um bom currículo.

Nesta hora, sempre pintam muitas dúvidas. O que é legal colocar, o que é melhor deixar de fora, qual o tamanho ideal – todas essas questões surgem e a resposta nem sempre é simples.

Mas não se desespere! Primeiro, saiba quais são os erros imperdoáveis de um currículo. Depois, confira dicas para fazer um currículo impecável. E por último, veja como preparar um bom currículo em inglês. E boa sorte!

Fuja dos erros mais comuns

Que tipos de erro costumam fechar as portas nas empresas de tecnologia? Um currículo bem-feito não garante a sua vaga, mas pelo menos não elimina você da lista de candidatos na primeira etapa da seleção. Por isso, cuidado para não errar. Basta um pequeno deslize e as suas chances de passar para a fase da entrevista evaporam. Você tem pouquíssimos segundos para capturar (ou perder) a atenção. Mas o que as empresas de tecnologia levam em conta num currículo?

Faça um currículo imbatível

Por que um candidato é chamado para entrevista e o outro não? A resposta pode estar no currículo. Nem sempre basta ter boa formação e carreira sólida. Essas informações devem aparecer de forma clara, concisa e objetiva. Os consultores de recursos humanos recomendam que o profissional prepare mais de um currículo para atender a diferentes situações. Se conhecer os requisitos da vaga, deve ressaltar as habilidades e experiências relacionadas com eles.

Mande bem no currículo em inglês

Um currículo bem escrito em inglês pode ser o passaporte para um emprego numa empresa global. Você sonha trabalhar no quartel-general de um grande fabricante de produtos de tecnologia ou numa empresa de software do Vale do Silício? Se seu primeiro passo para realizar esse sonho foi visitar o site de RH dessas empresas ou de recrutadores internacionais e anexar seu currículo-padrão – aquele que vive armazenado há meses em seu PC – cuidado! Você pode ter sido precipitado.

Leia outras notícias sobre Currículos

Siga o Canal de Carreira no Twitter