Procura de emprego bomba nas redes sociais

Mapeamos o que as pessoas discutem nas redes sociais quando falam de carreira

São Paulo – Se você pesquisar a palavra carreira no Twitter, rapidamente perceberá que o brasileiro adora falar de gente famosa. Mais ou menos metade de todos os cometários que aparecem está relacionada à trajetória profissional de algum artista, jogador de futebol ou pseudocelebridade.

Mas, segundo uma análise feita pela Gauge, consultoria de comunicação digital, 12% das citações da palavra carreira referem-se a questões profissionais dos próprios usuários de mídias sociais. Foram analisadas 1 638 citações no Orkut, no Twitter, no Facebook e em blogs, feitas em três dias de outubro deste ano.

Entre os que discutem o assunto na rede, 21% procuram dicas para conseguir um emprego. O salário (17%) é a segunda maior preocupação, seguido por pessoas que estão indecisas (8%) sobre a carreira. “Quando citam o tema nas redes sociais, os usuários se preocupam em comparar suas experiências, em ver o que outros fazem e também em se autopromover”, diz Antonio Mafra, sócio da Gauge.