Arco vence categoria 8 Bits do INFO Start

Empresa facilita compra e venda de produtos na rede social Instagram

A startup paulistana Arco, que oferece um sistema de compra e venda de produtos dentro do Instagram, foi a vencedora da categoria 8 Bits do INFO Start, dedicada a empresas em estágio de desenvolvimento. A final do evento de empreendedorismo e inovação da INFO foi realizada na noite desta segunda-feira (11), no bar Kia Ora, em São Paulo. 

Fundada em agosto, a Arco tem como sócias Luciana Obniski, Diana Assennato, Camilla Barella e Arthur Lima. O time é uma mistura de profissionais da comunicação, design e também conta com um grupo de desenvolvedores alocados numa empresa terceira. Eles faturaram um prêmio de 20 mil reais em serviços da Locaweb, um MBA da FIAP, um smartphone Moto X e serão personagens de reportagem publicada na INFO de dezembro.

“Participar do evento é muito importante pra gente”, disse Luciana Obniski, uma das sócias, depois do anúncio do resultado. “Conhecemos sócios investidores e ganhamos mais reconhecimento. A INFO é uma marca que o mercado de startups reconhece.”

O sistema da Arco permite que usuários comprem produtos anunciados no newsfeed do Instagram por vendedores cadastrados, que pagam 5,5% de comissão. A startup utiliza a hashtag #usearco para reunir as ofertas, e o gateway de pagamentos do PayPal para finalizar as transações. Em três meses de atividades, a Arco  reuniu 1,2 mil compradores cadastrados, 130 lojas e movimentou 10 mil reais em negociações.

A escolha do vencedor foi feita por júri composto por Andiara Petterle (e-Bricks), Pedro Melzer (e-Bricks), Francisco Jardim (SPventures), Jonas Gomes (Bozano Investimentos), Manoel Lemos (Editora Abril), Paulo Humberg (A5), Pedro Waengertner (Aceleratech) e Sylvio Mode (Anjos do Brasil). Eles avaliaram um pitch de cinco minutos apresentado por Luciana Obniski.

Segundo Luciana, a startup busca investimento para melhorar o backend e replicar o modelo utilizado no Instagram em outras redes sociais, como o Facebook. Os sócios também avaliam a possibilidade de desenvolver um gateway de pagamentos próprio, garantindo a independência da operação em relação ao PayPal.

Questionada sobre a proteção da startup contra empresas que explorem o mesmo modelo de negócios, Luciana explicou que a integração necessária com a API do Instagram garante à startup pelo menos 4 meses de vantagem sobre a concorrência.

Além da Arco, participaram da final na categoria 8 bits a Aprendizado Coletivo (plataforma com conteúdo pedagógico voltada para estudantes e escolas do ensino médio), a CLAPME, a InEvent (desenvolveu um app para organizar e oferecer interações durante eventos) e a PEBmed (cria apps para médicos e estudantes de medicina, auxiliando a prática e o aprendizado).