Sem estas competências, um gerente nunca chegará ao posto de diretor

Algumas habilidades separam gerentes de diretores. Confira como fazer o salto da média para a alta gestão, segundo especialistas

Para ser um gerente de sucesso, é preciso ter um bom conhecimento técnico e garantir a entrega de bons resultados para a companhia, mas não são essas habilidades que vão garantir uma posição na diretoria no futuro.

Quem deseja chegar ao topo, terá que desenvolver competências diferentes das exigidas na média gestão, como ter bons relacionamentos, saber influenciar pessoas e articular equipes, além de ter uma reputação impecável.

De acordo com especialistas em carreira, o desempenho que leva um profissional ao cargo de gerente não é o que o levará a uma posição na diretoria, mas muitos não sabem disso e acabam perdendo oportunidades. “As pessoas fantasiam que vão ascender porque têm a melhor entrega, mas ser um ótimo financeiro não é o que o leva a ser diretor financeiro, principalmente quando a pessoa é truculenta e não se entende com outras áreas”, explica Rafael Souto, presidente da Produtive.

Relacionamento é tudo

Saber se relacionar com as pessoas é a principal chave para conquistar um cargo na alta gestão. Isso significa ser bom em comunicação, ter percepção do outro e conseguir articular diferentes setores dentro da companhia. “O diretor precisa saber construir consenso entre as áreas para fazer a empresa funcionar”, afirma Souto.

Na hora de escolher um gerente para um cargo de diretoria, as companhias procuram aqueles que têm a maior capacidade de influenciar as outras pessoas e fazer mudanças no negócio. “O diretor é um influenciador e deve ter uma forte rede de relacionamento e boa capacidade de se comunicar com outros níveis”, explica Irene Azevedoh diretora de transição de carreira e Gestão da mudança da consultoria LHH. Como o diretor não coloca a mão na massa, a sua capacidade de dar diretrizes é fundamental para garantir o seu sucesso no cargo.

Lidar com conflitos

Uma habilidade fundamental para um diretor é saber administrar conflitos entre pessoas e áreas do negócio, buscando soluções que atendam a todos da melhor forma possível. Também é importante dar um senso de unidade ao grupo, gerando engajamento e a percepção de que estão todos no mesmo barco.

Mesmo antes de chegar na diretoria, um gerente pode mostrar que está apto para o desafio, segundo Souto. Uma das formas é construir um senso de propósito dentro da sua equipe, o que aumenta o engajamento e a produtividade.

Ter uma visão holística do negócio também é uma habilidade importante para um diretor. “No nível gerencial você pode ficar preocupado com a sua equipe e com os objetivos a serem cumpridos, mas um diretor precisa ver o negócio como um todo”, afirma Irene.

Reputação impecável

Cuidar da reputação é outra estratégia essencial para quem deseja chegar à alta gestão. De acordo com os especialistas, a imagem pessoal tem um grande peso na hora de uma promoção, pois o diretor é um representante da empresa em diferentes ambientes. Ter consciência disso pode ser um diferencial para crescer na carreira. “Muita gente tem preconceito e acha que cuidar da imagem é ser marqueteiro, mas cuidar do pilar da reputação é fundamental para quem quer ser um diretor”, diz o presidente da Produtive.

A forma de interagir com as pessoas, a clareza na hora de apresentar ideias, o comportamento em reuniões e até a postura nas redes sociais são aspectos da reputação. “Marca pessoal é tudo aquilo que as pessoas falam de você quando você não está na sala”, explica a diretora da LHH. Segundo ela, aqueles que cuidam da sua reputação são os que conseguem subir mais rápido a escada corporativa.