Seleção de trainee: 5 dicas para encarar o painel de negócios

Confira como se preparar e o que fazer em uma das etapas mais importantes dos processos de seleção para programas de trainee

São Paulo – Presente em boa parte dos processos seletivos para programas de trainees, o painel de negócios é uma etapa decisiva da seleção. É ali que os selecionados poderão olhar nos olhos de cada diretor da companhia (e em alguns casos até do vice-presidente) e mostrar quais são suas reais qualidades diante de simulações de casos reais

No entanto, nem todos os candidatos conseguem chegar até lá. Para os que são convocados, resta aproveitar ao máximo a oportunidade.

Em média, o painel de negócios tem duração de duas horas. Neste período, os candidatos devem solucionar problemas relacionados aos negócios da companhia.

“Este é o momento para avaliar a situação, trazer soluções inteligentes e criativas”, diz Manoela Costa, gerente da Page Talent. E também saber trabalhar em equipe – detalhe, com pessoas que estão concorrendo às mesmas oportunidades de você.

“Ao colocá-los diante de uma situação real, a ideia é prever comportamentos futuros”, diz a especialista. Não por acaso, o painel de negócios é, geralmente, escalado para a semifinal dos processos de seleção para trainees.

Em outros termos, a proposta é exatamente passar uma espécie de pente fino entre os candidatos e só convocar para a fase final aqueles que realmente tiverem um perfil coerente com as intenções da empresa.

Os números do último processo de seleção para o programa de trainees do Boticário são uma prova disso. Dos 127 candidatos que chegaram ao painel executivo (como a empresa nomeia a etapa), apenas 64 foram selecionados para a etapa final do programa, com entrevistas individuais. Desses, apenas 24 foram aprovados.

Mas antes de deixar o frio na barriga dominar você a ponto de não aproveitar essa chance, confira algumas dicas de especialistas para como se preparar e lidar com o painel de negócios:

1 Imersão

Se na entrevista de emprego, saber tudo sobre empresa é importante, no painel de negócios, esse conselho vira regra essencial. “Você precisa mergulhar no negócio da empresa. Saber qual o posicionamento dela no mercado, quais são os principais concorrentes, além de se aprofundar na área que você pode atuar”, diz Gustavo Nascimento, gerente de relacionamento da Foco Talentos. 



Uma simples olhadela no site da companhia, contudo, não será suficiente para atender a esse requisito. Você precisa ir além. Vale ler tudo o que sair na mídia sobre os negócios da empresa, analisar estudos de caso sobre decisões estratégicas tomadas anteriormente e, principalmente, conversar com pessoas que já atuam na companhia.

2 Apresentação

Em alguns momentos, a companhia oferece previamente informações sobre o caso a ser solucionado pelo candidato. Se esse for o caso, a dica é se preparar para todas as questões que possam surgir. Pense de antemão que tipo de pergunta os recrutadores podem fazer sobre o projeto e elabore, previamente, uma boa resposta.

Agora, se a empresa não passar nenhum direcionamento prévia, a dica é chegar com uma apresentação pronta sobre seu perfil profissional. Formação, hobbies, interesses e os motivos que o levaram a querer trabalhar na companhia devem entrar nesse discurso.

3 Clareza

Entre na sala da dinâmica com bastante clareza sobre quais são seus objetivos profissionais e, principalmente, sobre a sua personalidade.

“O candidato deve demonstrar claramente seu interesse e áreas de afinidade”, afirma Henrique Adamczyk, diretor executivo de Desenvolvimento e Transformação Organizacional do Grupo Boticário. Além disso, ele deve ter “segurança na exposição e autenticidade na apresentação pessoal”.

Isso significa que não adianta bancar alguém que você não é. Por isso, vale, antes do painel, avaliar se a empresa é realmente coerente com os seus objetivos.


4 Pergunte

Apesar da estrutura capaz de hiperbolizar todo o tipo de ansiedade de um candidato a um programa de trainee, o painel de negócios também tem o papel de tornar você mais seguro com relação a sua escolha.

Em outras palavras, esse é o momento ideal para entender qual a rotina e futuros reservados para você caso seja aprovado no programa. Por isso, não tenha medo de fazer perguntas e, de quebra, demonstrar interesse.

5 Destaque-se

Tenha em mente que a convocação para o painel de negócios é um sinal de que você, realmente, está muito próximo de ser aprovado. Mas não deixe que a ansiedade ou a insegurança com relação a opção ofusque essa chance.

“Muitos candidatos não aproveitam a oportunidade. Muitas vezes, eles têm um super potencial, mas não deixam que seja notado. Eles não se fazem percebidos”, diz Manoela.

Isso não significa que você precise bancar o pavão, passar por cima dos outros e bancar o inconveniente. Apenas seja quem você é, de fato. E deixe isso claro.