Saiba como Satoru Iwata iniciou a carreira na Nintendo

Considerado como um dos principais CEOs do mundo, Iwata foi o quarto presidente da Nintendo

Neste sábado (11), milhões de fãs foram surpreendidos pela notícia da morte do presidente da Nintendo, Satoru IwataConsiderado um dos principais CEOs do mundo, Iwata foi o quarto presidente da Nintendo e assumiu seu cargo na diretoria em 2002, substituindo Hiroshi Yamauchi.

O executivo, que tinha 55 anos, passou mais da metade de sua vida trabalhando para a Nintendo e produzia jogos eletrônicos desde a adolescência. E além de ser o primeiro a assumir o cargo na presidência da companhia sem ter relação com a família Yamauchi, ele teve um início de carreira um tanto inusitado na desenvolvedora de jogos e consoles.

Em um programa televisivo japonês chamado Game Center CX, Iwata conta que simplesmente “bateu na porta” da Nintendo e afirmou que seria capaz de programar para o novo aparelho, o “Family Computer” (Famicom), conhecido como NES (Nintendo Entertainement System) na América.

Em 1983, o programador de apenas 24 anos trabalhava em uma pequena firma de software chamada HAL Laboratory quando ficou sabendo que a empresa japonesa produzia um novo console para seu portfólio. Nessa época, a indústria de videogames crescia muito e diversas companhias começaram a lançar seus próprios consoles para dominar o mercado.

Lançado em 1983 no Japão e em 1985 nos Estados Unidos, o NES foi um dos lançamentos responsáveis por “salvar” a indústria de jogos na época e levou a Nintendo a se tornar líder mundial no segmento. Com clássicos como Super Mario Bros., Metroid e The Legendo of Zelda, o console chegou a cerca de 60 milhões de vendas.

Depois de demonstrar seu talento na companhia, Iwata trabalhou em diversos outros projetos da Nintendo, como as versões Gold e Silver de Pokémon. Antes de se tornar CEO, o desenvolvedor era chefe da divisão de planejamento corporativo, cargo que assumiu em 2000.

Durante a entrevista do programa televisivo, Iwata chegou a falar que seus pais se opuseram à sua carreira em games. “Meus pais foram totalmente contra. Por quase metade de um ano meu pai não falava comigo”, afirmou. “Eu era muito confiante sobre o futuro. Confiança sem nenhuma base, aliás. A juventude é algo maravilhoso!”, disse.