Saia dessa vida

Não é preciso virar rato de academia para fazer ginástica. É só se mexer mais no dia-a-dia

Você deve estar cansado de tanto ouvir aquela ladainha que diz que sem malhação não há solução. E insiste em ficar parado, mesmo sabendo que, entre outros benefícios, fazer exercícios físicos reduz o risco do aparecimento de várias doenças. Ou que mexer o corpo estimula a liberação de endorfina, substância relacionada ao bem-estar e um santo remédio para levantar o astral. Na verdade, você faz parte de um batalhão de brasileiros — sete em cada dez — que continua levando uma vida sedentária, apesar de conhecer as inúmeras vantagens que a atividade física traz para a saúde e para a aparência. Se a desculpa-padrão para tanta imobilidade é a falta de tempo, lamentamos informá-lo de que esse argumento acaba de cair por terra. Duvida? Então dê uma olhadinha aqui:

A primeira boa notícia: você vai poder mandar a academia para o espaço! O que importa é fazer exercícios regularmente, e não o local onde eles são realizados.

A segunda: não é preciso fazer duas horas de ginástica por dia para ficar saudável. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), bastam trinta minutos diários de algum tipo de atividade física para manter a saúde em dia.

Se reservar meia hora por dia para fazer exercícios ainda representa um rombo em sua agenda, fique sabendo que um pouquinho de cada vez também resolve o problema. “Fazer exercícios físicos em três sessões de dez minutos é equivalente a fazer meia hora de uma vez s”, explica o professor Luis Carlos de Oliveira, assistente técnico da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e professor do Centro de Estudos do Laboratório de Aptidão Física de São Caetano do Sul (Celafiscs).

Para manter um estilo de vida ativo e saudável, só é preciso mudar um pouco a maneira de realizar as tarefas diárias. Ao incorporar pequenas mudanças no dia-a-dia, você se beneficia dos exercícios e deixa de correr o risco de sofrer aquelas contusões típicas de atletas de fim de semana.

Algumas tarefas diárias podem surpreender pelo gasto calórico que representam — e até equivaler a uma atividade física tradicional, como natação ou corrida. Andar depois do almoço, por exemplo, durante 10 minutos, cinco vezes por semana, equivale ao mesmo benefício de fazer hidroginástica por um período de tempo igual, três vezes por semana. Com algum tempo de vida ativa, você vai começar a tomar gosto pelos exercícios e, quem sabe, até terá vontade de se matricular em uma academia.

Então, mexa-se: se precisar falar com alguém que está dois andares abaixo ou acima, use a escada; leve seu cachorro para passear; lave o carro no fim de semana, em vez de levá-lo ao lava-jato; empurre você mesmo o carrinho de compras do supermercado até o carro.