Redes sociais são as aliadas dos jovens para encontrar um emprego

De acordo com estudo norte-americano, 85% dos recém-formados consideram as redes sociais essenciais na busca

São Paulo – Um levantamento realizado pela Right Management nos Estados Unidos, empresa especialista em gestão de carreira e de talentos mostra que, dos 365 recém-formados entrevistados, 85% afirmam que as redes sociais foram classificadas como muito ou um pouco útil na busca por trabalho. E 73% dos jovens consideram sites com vagas de emprego ferramentas muito úteis.

A pesquisa foi conduzida em 42 cidades norte-americanas entre maio e julho deste ano e divulgada este mês. Ao serem questionados quais fatores são relevantes para aceitar uma oferta de emprego, os jovens colocaram no topo da lista o equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional, oportunidade para avançar na carreira e a possibilidade de adquirir experiência.

Um dado curioso é que apenas 16% dos recém-formados esperam permanecer no primeiro emprego por três anos ou mais. E segundo o levantamento, durante a busca 37% dos entrevistados têm mais dificuldade em “descobrir o que fazer”.