Quer estudar de graça na melhor universidade do mundo? Veja como

Universidade de Oxford dá mais de 100 bolsas de pós-graduação para estrangeiros. Além de estudar de graça, você ganha 14 mil libras para despesas pessoais

As bolsas de estudo Clarendon, criadas pela universidade de Oxford, no Reino Unido, em 2001, estão com inscrições abertas até janeiro de 2018 — dependendo do curso, o prazo vai até dia 8 ou dia 19.

Criada em 1478, a instituição britânica foi eleita a melhor do mundo pela edição mais recente do tradicional ranking de universidades da revista “Times Higher Education”.

As bolsas são voltadas para candidatos de mestrado e de doutorado de qualquer área do conhecimento, que tenham desempenho acadêmico excelente. Anualmente, são 140 bolsas para pós-graduação concedidas a estudantes do mundo todo.

A iniciativa já concedeu bolsas a mais de dois mil alunos. Além do apoio financeiro, os estudantes participam de simpósios e palestras sobre carreira, e têm acesso à rede de ex-bolsistas.

Benefícios das 140 bolsas para pós-graduação em Oxford

As bolsas para pós-graduação cobrem todo o valor de anuidade e das taxas acadêmicas, além de oferecerem um auxílio financeiro para as despesas do aluno durante o período de estudos. Ao longo do ano, são cerca de 14 mil libras para cada candidato.

Entre os estudantes de cursos part-time, que não tenham dedicação integral, também recebem apoio financeiro que cobre todas as taxas acadêmicas e tuition. Entretanto, o valor destinado às despesas mensais do aluno é menor.

Não há necessidade de encaminhar documentos específicos para a seleção da bolsa. Qualquer candidato de mestrado ou doutorado em Oxford é considerado elegível e pode receber a oferta da Clarendon. Para concorrer a uma das 140 bolsas para pós-graduação, basta submeter a candidatura antes do prazo final em janeiro.

Para saber detalhes do processo e fazer a inscrição, basta acessar o site da iniciativa.

Sobre a Universidade de Oxford

A mais antiga universidade de língua inglesa foi fundada em 1090. A própria instituição gosta de dizer que é mais antiga que o Império Azteca, Genghis Khan e a Catedral de Notre-Dame de Paris.

Oxford segue sendo uma das universidades mais renomadas do mundo e hoje conta com 38 faculdades e cerca de 22.300 alunos. São 11.700 mil em mais de 250 cursos de graduação e outros 10 mil na pós-graduação, que tem mais de 300 programas. A taxa de aceitação é de 18%. Estudantes internacionais compõe 40% do total de alunos.

* Este artigo foi originalmente publicado pelo Estudar Fora, portal da Fundação Estudar