Petrobras recruta estudantes de qualquer faculdade para curso remunerado

O curso chamado de Ignição vai durar um ano e não requer nenhum conhecimento prévio. Selecionados vão receber bolsa de 780 reais

São Paulo – Estudantes de todos os cursos de graduação de qualquer cidade do Brasil podem se candidatar a um programa remunerado multidisciplinar voltado para inovação em transformação digital focado em óleo e gás.

Desenvolvido pela Petrobras em parceria com a PUC-Rio, o programa chamado de Ignição vai durar um ano e não requer nenhum conhecimento prévio. O único pré-requisito é que a conclusão da graduação esteja marcada para janeiro de 2021.

São 21 vagas e o valor da bolsa é 780 reais. O objetivo é oferecer formação, conhecimento tecnológico, metodológico e instrumental desafiando universitários a criarem soluções de transformação digital.

Ciência de dados e temas como aplicações inovadoras para mobile, web e bots fazem parte da grade do curso que também aborda inteligência artificial e tecnologias de registro distribuído como blockchain.

As inscrições estarão abertas até 6 de janeiro de 2020 pelo site da PUC- Rio O programa começa no dia 3 de fevereiro. As atividades são presenciais no campus da Gávea, de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h.

Inciativa é parte do programa Petrobras Conexões

O curso faz parte do programa Petrobras Conexões para Inovação que teve seu primeiro módulo com edital lançado em julho, em parceria com o Sebrae, e teve como meta estimular o ecossistema de inovação das startups, pequenas empresas inovadoras e instituições de ciência e tecnologia.

De 261 projetos inscritos nesse primeiro edital a maioria (108) diz respeito a tecnologias digitais. De acordo com a Petrobras, já foram pré-selecionadas 20 propostas que estão em fase de avaliação final para seleção dos dez projetos que receberão financiamento de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão.