PEDRO GOYN

30 anos <br> Natural de São Paulo (SP) <br> Gerente-geral de soluções e-business da Siemens

Com apenas 30 anos de idade, Pedro Goyn tem um histórico profissional de causar inveja a muito veterano engravatado. Formado em engenharia eletrônica e pós-graduado em marketing, fala inglês e alemão fluentemente, e se arrisca no espanhol e no chinês. Já trabalhou em bancos de investimento, teve sua própria empresa e hoje ocupa o cargo de gerente-geral da área de e-business da Siemens — cuja taxa anual de crescimento é de 50%. Sua trajetória profissional aconteceu de forma progressiva e rápida. Tão rápida que algumas vezes teve de passar por saias justas. Dois anos atrás, por exemplo, seu nome foi cogitado para a posição que ocupa hoje. Sua promoção, porém, foi barrada pelo conselho administrativo, que se mostrou resistente em relação ao ano de seu nascimento.

Mas isso, segundo Goyn, não lhe causou indignação, tampouco ansiedade. “Sempre acreditei que as coisas acontecem naturalmente para quem tem conteúdo, clareza e comprometimento” , diz. O tempo tratou de lhe dar razão. Três meses depois de trabalhar interinamente no cargo, a promoção saiu. Autoconfiante, articulado e carismático, Goyn tem o perfil de um solucionador de problemas, daqueles que estão sempre dispostos a assumir riscos e inovar. Outro ponto alto dele é o forte espírito de equipe. “Meu grande trunfo é manter meu time coeso e caminhando numa única direção” , diz. “Para isso, além de usar muita conversa e franqueza, procuro me colocar sempre no lugar das pessoas.”