Orgão oferece salário de 4,7 mil reais

Instituto Jones dos Santos Neves também formará cadastro de reserva e exige titulação mínima de mestrado em Economia ou Estatística. Remuneração é de 4.734,10 reais

O Instituto Jones dos Santos Neves lançou edital para o preenchimento de 8 vagas e formação de cadastro reserva no cargo de Especialista em Estudos e Pesquisas Governamentais. Uma das vagas é reservada aos candidatos portadores de deficiência. O órgão, responsável por realizar pesquisas e estatísticas para o estado do Espírito Santo, oferece subsídio inicial de R$ 4.734,10 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Para participar, os candidatos ao cargo devem possuir nível superior completo em qualquer área de formação e titulação mínima de Mestrado em Economia ou Estatística, com ênfase em uma das seguintes áreas: Economia, Teoria Econômica, Economia Aplicada, Economia Regional, Estatística ou Relações Internacionais.

As inscrições podem ser feitas entre os dias 4 e 24 de outubro por meio do endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/ijsn2_2010, com taxa de R$ 80,00.

O Cespe/UnB realizará a primeira etapa da seleção por meio de provas objetivas, discursiva e avaliação de títulos. Os candidatos aprovados participarão, também, de curso de formação. Todas as fases serão realizadas na cidade de Vitória. A data provável para a aplicação das provas objetivas e discursiva é 19 de dezembro, no turno da tarde.

SERVIÇO
Concurso público: Instituto Jones dos Santos Neves
Cargo: Especialista em Estudos e Pesquisas Governamentais
Vagas: 8 vagas e formação de cadastro de reserva
Inscrições: entre 4 e 24 de outubro de 2010
Taxa de inscrição: R$ 80,00
Remuneração: R$ 4.734,10
Prova objetiva e discursiva: 19 de dezembro

CONTATO
Outras informações no endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/ijsn2_2010 ou na Central de Atendimento do Cespe/UnB, de segunda a sexta, das 8h às 19h – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Sede do Cespe/UnB – telefone (61) 3448 0100.

Fonte: CESPE/UnB

Leia outras notícias sobre concursos

Siga o canal de Carreira no Twitter