O que as empresas dos sonhos têm que ter, segundo os jovens

No Brasil, salário inicial alto não passa nem perto dos 10 atributos mais importantes de uma empresa, segundo universitários. Confira o que os jovens valorizam

São Paulo – Salário inicial competitivo não passa nem perto dos atributos mais valorizados pelos jovens em empresas. É o que revela pesquisa da Universum com 64,4 mil universitários brasileiros.

Ou seja, quando se trata de carreira, a geração Y no Brasil – tida como imediatista por muitos – pensa mais no longo prazo, diferentemente de jovens de outros países.

“O Brasil é um dos únicos países pesquisados onde a remuneração não está entre os dez atributos mais atrativos para os universitários”, diz André Valias Siqueira, gerente da operação da Universum no país.

Por aqui, começar a carreira em uma empresa que seja uma referência para a trajetória profissional no futuro é o que mais pesa para os universitários. Treinamento e desenvolvimento e oportunidades de crescimento também estão entre os principais atrativos.

Veja o peso destes três e outros 7 atributos, na opinião dos universitários entrevistados pela Universum:

Ranking Atributo % de jovens que o consideram importante
Boa referência para o futuro de carreira 60,60%
Treinamento profissional e desenvolvimento 55,20%
Caminho livre para ascensão profissional 53,70%
Ambiente de trabalho criativo e dinâmico 51%
Líderes que apoiem o desenvolvimento profissional 50,60%
Meritocracia 48,20%
Altos ganhos no futuro 47,70%
Estabilidade no emprego 47,40%
Respeito pelos funcionários 46,40%
10º Oportunidades de liderança 38,60%