Neymar terá de pagar multa de R$ 222 mi se não for para Real, diz jornal

Segundo o espanhol Mundo Deportivo, craque assinou um acordo com o clube de Madri; negociação é proibida pela Fifa

O jornal espanhol Mundo Deportivo trouxe nesta sexta-feira a informação de que o Real Madrid ainda não desistiu da contratação do atacante Neymar. Segundo o diário catalão, Neymar tem acordo com a equipe e caso não se confirme o negócio teria de pagar multa de 100 milhões de euros (cerca de 222 milhões de reais) ao Real.

Segundo a publicação, o Real estaria usando a mesma tática adotada nas contratações dos portugueses Luis Figo (do Barcelona, em 2000) e Cristiano Ronaldo (do Manchester United, em 2009): um acordo com o representante do jogador obrigando o atleta a pagar multa se não se transferir.

O empresário de Neymar, Wagner Ribeiro, disse que o jogador quer disputar o Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão, e negou há alguns dias que existe um acordo com o clube espanhol.

O presidente do Real, Florentino Pérez, teme que a cúpula do Santos denuncie o clube por assédio irregular à Fifa. Isto porque o regulamento da entidade proíbe qualquer agremiação de firmar acordo com um jogador vinculado a outra equipe. Pérez deve ligar para o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, na segunda-feira, assim que o Real Madrid encerrar sua excursão à China.