Melhores empresas: trabalhar em saúde/nutrição animal rende até R$ 38 mil

Confira quais são as quatro melhores empresas para trabalhar no setor de saúde e nutrição animal, seus benefícios e salários

A MELHOR: MSD SAÚDE

O faturamento da MSD Saúde Animal, empresa de produtos veterinários do grupo Merck, vem crescendo mais de 10% nos últimos cinco anos. Em março de 2017, a companhia completou a aquisição do controle acionário da Vallée, fabricante mineira de vacinas e medicamentos para animais. A operação foi a maior da história do segmento no Brasil. “Ficamos sabendo da compra bem antes de os detalhes serem comunicados à imprensa”, diz um funcionário. “Hoje, somos duas empresas com uma cultura única”, completa. Apesar da expansão, a MSD, que mais uma vez é líder do setor neste Guia, continua apostando em práticas simples de gestão. Por exemplo, propondo a leitura de um livro e o debate sobre o aprendizado tirado dele como parte do treinamento da liderança. Ou incentivando as pessoas a gravar um vídeo falando sobre propósito, para que a área de comunicação publique na intranet e na rede social interna. Essa ação refletiu positivamente no engajamento do time, composto, em sua maioria, de veterinários — uma profissão que costuma estar relacionada a uma paixão cultivada ainda na infância e transformada em missão de vida. | msd-saude-animal.com.br | Visita: Marcia Kedouk, em São Paulo (SP)


PONTOS POSITIVOS

Em caso de reestruturação organizacional, ­­­os demitidos recebem 12 meses de plano de saúde, extensível aos seus dependentes, e assessoria para recolocação ­profissional por até um ano.


PONTOS A MELHORAR

É difícil conseguir bolsas de estudo para cursos técnicos, de graduação e pós, falta clareza ao plano de carreira e a bandeira do vale-alimentação não é aceita em muitos estabelecimentos.


SPECIAL DOG

O último ano foi de mudanças na fabricante de rações Special Dog: a empresa mais que dobrou seu portfólio de produtos, passando de 13 itens para 50. Ela também renovou as embalagens, o que levou a um período de ajustes nas vendas. As transformações chegaram à diretoria, que está envolvida num processo de sucessão. Mesmo com tantas novidades, o ritmo do trabalho e o engajamento dos funcionários não diminuíram. “O clima organizacional é o mesmo, muito positivo”, diz um empregado. O pacote de benefícios se manteve o mesmo, mas sua divulgação aumentou. “Durante a crise no país, um de nossos investimentos nos últimos dois anos foi reforçar a comunicação, principalmente sobre as práticas e gestão de pessoas que temos aqui, como estratégia de retenção”, diz Erik Manfrim, diretor administrativo. Não que a empresa precisasse se preocupar tanto assim, já que no último trimestre o turnover foi de 1,2%. Mas a administração quis reforçar as políticas para os trabalhadores, que têm participação nos lucros, refeições gratuitas na empresa, bolsas de estudo que chegam a 80% do valor do curso, sala para descanso e grêmio recreativo. | specialdog.com Visita: Mariana Amaro, em Santa Cruz do Rio Pardo (SP)


PONTOS POSITIVOS

O clima e o ambiente familiar são destacados como ponto alto pelos funcionários. Eles também elogiam a segurança financeira e o amplo pacote de benefícios como altamente engajadores. 


PONTOS A MELHORAR

Todos concordam que a escala de plantões aos sábados, que normalmente é de um dia de trabalho para um de folga, deveria ser mais flexível. Também pedem mais transparência nos planos de carreira.


ZOETIS

Os funcionários da fabricante de produtos veterinários Zoetis têm autonomia para direcionar suas entregas. Isso porque todos eles estabelecem as próprias metas individuais, que devem seguir, é claro, a estratégia anual da companhia. Após a validação com os gestores, em conversas francas e objetivas, cada colega tem uma dimensão clara de seu papel na empresa, o que fomenta o senso de colaboração e pertencimento. Ao longo do ano, os objetivos podem sofrer readequações de acordo com as variações no mercado, o que dá flexibilidade às equipes. A política da empresa inclui, por exemplo, horários flexíveis para quem estuda — cada membro do administrativo escolhe o melhor turno de trabalho, desde que cumpra a carga horária diária. Já o programa Atitude Z premia os melhores projetos de inovação, e os autores ganham autonomia para a implementação de suas ideias sob orientação do gestor, se necessário. Para discutir a ascensão de mulheres a cargos de liderança, um comitê e um fórum global, com duas edições realizadas no Brasil nos últimos três anos, ajuda as funcionárias a planejar suas carreiras sem abrir mão do equilíbrio entre vida pessoal e profissional. | zoetis.com.br | Visita: Renata Costa, em São Paulo (SP)


PONTOS POSITIVOS

O RH participa do comitê estratégico, o que mostra que a companhia dá peso à gestão de pessoas. A abertura para conversar com a liderança também agrada, e todos entendem seu papel na companhia.


PONTOS A MELHORAR

A empresa poderia oferecer uma gama maior de benefícios complementares ao pacote atual, que inclui vale-alimentação, subsídio para estacionamento ou ônibus fretado, previdência privada e seguro de vida.


ELANCO SAÚDE ANIMAL

Em setembro deste ano, a Elanco, segmento de saúde animal da farmacêutica americana Eli Lilly, realizou uma abertura de capital (IPO) na Bolsa de Valores de Nova York, com oferta de 1,5 bilhão de dólares em ações. Na época, o executivo-chefe global, Jeff Simmons, declarou que o dinheiro permitiria uma inovação no portfólio de produtos, entre eles um tratamento para cães contra pulgas e carrapatos. “O IPO trará uma reestruturação, que levará a novas contratações”, diz Adriana Santana, diretora de RH. Para os empregados, uma comunicação transparente (o IPO foi anunciada antes de ocorrer) traz segurança. Ali, os funcionários são incentivados a falar o que pensam, e concorrer a vagas dentro da organização não gera melindre. “A empresa nos estimula a mudar de cargo. E a liderança entende”, diz um profissional. O candidato preterido recebe feedback do que lhe faltou para ser escolhido, e isso entra no plano de desenvolvimento para que ele consiga chegar aonde deseja. Outro aspecto de destaque é a flexibilidade. Na Elanco, funcionários que fazem MBA, por exemplo, podem se ausentar da companhia uma vez por semana para estudar. Além disso, o clima é descontraído, sem formalidades. O presidente senta no com o pessoal e almoça no bandejão. | elanco.com.br |
Visita: Renata Costa, em São Paulo (SP)


PONTOS POSITIVOS

Quem é transferido de cidade ganha ajuda de custo para mudança e reembolso de despesa com alimentação. Se quiser comprar um imóvel lá, recebe o valor equivalente a 25% de seu salário multiplicado por 24.


PONTOS A MELHORAR

Os funcionários reivindicam um plano de ações mais abrangente. Segundo eles, a possibilidade de adquirir os ativos da empresa (em valorização) não está disponível de maneira democrática atualmente.

 

  • Este artigo foi publicado na edição 246, da revista VOCÊ S/A