Na Unimed dá para incluir os pais nos planos de saúde

Isso acontece na Central Nacional Unimed, operaradora nacional dos planos de saúde do grupo

São Paulo (SP) – Maior rede de assistência médica do Brasil e maior cooperativa de saúde do mundo, a marca Unimed é veterana deste Guia com a presença da Central Nacional Unimed (CNU) e de várias Unimeds regionais. A CNU é a operadora nacional dos planos de saúde do grupo e realiza a comercialização da assistência médica empresarial.

Seu principal valor corporativo é estimular o cooperativismo por meio da promoção da igualdade, da equidade e da solidariedade com as associadas. O que não é pouco, levando-se em conta que a Unimed está presente em mais de 4.000 municípios no país. Para exercitar esse valor no dia a dia, a cooperativa investe na formação de seu time.

No último ano, 131.788 reais foram gastos com o desenvolvimento dos gestores e outros 268.854 reais com treinamentos para todos os níveis. Se comparados com os números das grandes multinacionais, os valores são pequenos. Mas, se tratando de uma cooperativa, se tornam relevantes.

Pagar um salário acima da média para o setor é uma das formas de reter e valorizar os funcionários, além da política de recrutamento interno e das promoções —138 pessoas foram promovidas em 2011. E a prática tem surtido efeito. De acordo com o RH, o turnover médio é de 1,5%, muito baixo para empresas de todas as áreas da economia, principalmente para aquelas que atuam no modelo call center, como é o caso da CNU.

Em julho deste ano, foi concluída a revisão das descrições de cargo e competências para, enfim, consolidar o plano de carreira. A empresa também revisitou o programa de avaliação de desempenho, visando tornar claras para os funcionários quais competências atendem melhor às necessidades dos negócios.

Porém, como toda empresa de call center, a pressão por bater as metas de vendas é grande, e isso acaba afetando a qualidade de vida. “Os coordenadores dizem para respeitarmos os horários de trabalho para que a gente tenha vida feliz lá fora. Como? A liderança nos faz trabalhar sob pressão e estamos muito estressados”, diz um profissional.

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
Vários níveis do plano de saúde para os funcionários dão cobertura familiar e permitem a inclusão dos pais como agregados com preço bem acessível. A política de acesso a bolsas de estudo não está clara para os funcionários, que também reclamam do espaço de trabalho, que está muito apertado.