Mulheres brasileiras ganham 30% menos do que os homens

Esses e outros dados sobre o papel da mulher no mercado de trabalho fazem parte de um novo estudo sobre a mulher brasileira, que será lançado nesta sexta-feira (3/3)

As mulheres continuam recebendo salários mais baixo do que os homens, mas essa diferença vem caindo nos últimos anos. Um estudo desenvolvido pelo Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem) mostra que as brasileiras ganham, em média, 30% menos do que seus colegas do sexo masculino. Nos anos 90, essa diferença era de 50%.

Esse é um dos dados do livro “O Progresso das Mulheres no Brasil”, que será lançado nesta sexta-feira (3/3), em São Paulo. Trata-se de uma análise de diversas pesquisas que retratam a trajetória feminina entre 1992 e 2002.

“Embora tenha havido uma evolução importante, a disparidade mostra que as mulheres enfrentam dificuldades para vencer os obstáculos no mercado”, avalia uma das coordenadoras do projeto, Júnia Puglia, em entrevista à Rádio Nacional AM . “Houve mudança significativa da faixa etária e da condição financeira dessas mulheres que estão no mercado, com necessidade maior de se conciliar os diferentes papéis.”

O livro da Unifem vai ser distribuído principalmente entre pesquisadores, universidades e formuladores de política pública. Para ampliar o acesso à publicação, foi criada também uma página exclusiva na Internet (www.mulheresnobrasil.org.br) com o conteúdo, além de análises, artigos e tabelas sobre a pesquisa.

(Com informações da Agência Brasil)