LUIS CARLOS BERTI

35 anos <br> Natural de São Paulo (SP) <br> Gestor de riscos e estratégias da Votorantim Celulose e Papel

Luis Carlos Berti é um profissional que sente grande prazer em enfrentar desafios. Tem sido assim em todas as empresas pelas quais passou, como a Fimat Futures, a Ajinomoto Interamericana e a Enron South America, onde trabalhou até outubro deste ano. Em novembro, ele recebeu o convite para criar a área de riscos estratégicos da Votorantim Celulose e Papel — e não pensou duas vezes antes de aceitá-lo. “É uma grande responsabilidade” , diz entusiasmado com o novo emprego. “Tenho que honrar a aposta que a VCP fez em mim.” A adaptação ao cargo tem sido tranqüila. Berti está acostumado a encarar mudanças e se adapta facilmente a situações e lugares diferentes. Segundo ele, isso é conseqüência de ter trabalhado em companhias com grande diversidade cultural. “Eu assimilo rapidamente a cultura das empresas e por

isso os resultados do meu trabalho surgem rapidamente.” Berti tem também uma das qualidades mais valorizadas pelas empresas hoje em dia: a de antever os passos do mercado e tomar decisões rápidas. Depois de investir pesado em sua formação acadêmica (é economista, com MBA em Finanças pela FEA/USP), ele acha que agora é o momento de priorizar a carreira. Pretende fazer somente cursos rápidos para se manter atualizado. “Neste momento não quero ter de me preocupar em ir para casa estudar. O que eu desejo é fazer a minha área crescer.”