Johnson & Johnson Medical é um ambiente livre de tabaco

Com foco em saúde, a empresa investiu contra o tabagismo, com orientação médica e desconto na aquisição de produtos e medicamentos

São Paulo (SP) – Estreante no Guia, a Johnson & Johnson Medical Brasil (J&J), empresa de dispositivos médicos e equipamentos de diagnósticos, se destaca pelo consistente programa de desenvolvimento de pessoas e formação de líderes. Seus 400 funcionários passam por cinco avaliações ao ano, que têm o objetivo de acompanhar o desempenho e revisar metas em conjunto com a chefia, se for preciso.

O processo funciona. De janeiro a dezembro do ano passado, 95 profissionais foram promovidos. Quando chegam aos cargos de gerência, eles participam do treinamento Global Leadership Profile, de acordo com o nível — líder individual, de pessoas e sênior.

Adotado também nas outras subsidiárias da J&J, o modelo tem quatro eixos: foco no cliente, busca de soluções inovadoras, habilidade em desenvolver talentos e administração de comportamentos contraproducentes, como falta de ética e incapacidade de gerir conflitos.

Quem tem mais de 12 meses de casa se torna elegível a receber subsídio financeiro para fazer cursos, mesmo que não estejam ligados diretamente à área de atuação. Em 2011, a empresa destinou 350.000 reais para a formação de suas equipes. A preocupação com saúde e segurança é ainda maior.

Desde 2007, a J&J é certificada como ambiente livre de tabaco, graças a um programa interno de incentivo à interrupção do tabagismo, com orientação médica e desconto para aquisição de produtos e medicamentos, que até 2011 já havia atendido 400 pessoas. Outro destaque é o Save Fleet, treinamento periódico de direção preventiva e defensiva. A ação tem forte relevância entre os profissionais, tendo em vista que a maior parte, 322, utiliza veículos da companhia.

“Faz três anos e meio que não temos acidentes”, diz um gestor. A política de home office também é um diferencial. Não raro, as pessoas passam a trabalhar no modelo remoto em tempo integral. Mas quem fica na sede também ganha em qualidade de vida, já que recebe a visita de psicólogos e profissionais dos Vigilantes do Peso a cada seis meses.

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
A ética é um dos valores mais difundidos na empresa, que libera seus funcionários às 14 horas nas sextas-feiras de verão. A comunicação nem sempre chega com clareza ao nível operacional. Gestores reclamam do plano de saúde e pleiteiam um plano de previdência mais agressivo.