Itaú e Redpoint e.ventures criam espaço de coworking para startups digitais

O Itaú Unibanco, em parceria com a empresa paulistana de capital de risco, Redpoint e.ventures, está lançando um centro de empreendedorismo tecnológico no país chamado Cubo

O Itaú Unibanco, em parceria com a empresa paulistana de capital de risco Redpoint e.ventures, está lançando um centro de empreendedorismo tecnológico para as startups digitais brasileiras.

Chamado de Cubo, o centro deve ser inaugurado a partir de setembro de 2015 e oferecerá um espaço apropriado para atender até 50 startups de tecnologia.

Localizado na Vila Olímpia, Zona Sul de São Paulo, a sede do Cubo terá mais de 5 mil metros quadrados de área e terá capacidade para comportar 250 residentes, com infraestrutura para oferecer conteúdo sobre empreendedorismo a quem se interessar pelo tema.

Além dos três andares destinados para o ambiente de coworking, o Cubo também terá um auditório com capacidade para 130 pessoas, cafeteria, salas para cursos e espaço para eventos na cobertura do prédio. “A iniciativa apoiará desde startups digitais em estágio avançado até empreendedores que precisam de incentivo para tirar sua ideia do papel com oferta de infraestrutura de qualidade, networking e conteúdo de educação empreendedora”, explica em nota o diretor executivo do Itaú Unibanco, Ricardo Guerra.

Os residentes do espaço também contarão com mentores especializados nos mais diversos temas, além de oferecer uma plataforma de educação empreendedora para promover workshops, palestras e promoção de eventos para os interessados no setor.

As startups que serão alocadas no Cubo passarão por uma seleção minuciosa para saber se suas iniciativas realmente oferecem soluções tecnológicas de relevância para o mercado e se elas têm capacidade de transformação da sociedade. Outros aspectos levados em consideração são o estágio de atuação no mercado, a capacidade de execução da ideia, alcance de escala e oferta de valor para outros residentes.