Inscrição para bolsas de estudo do Santander termina amanhã

Programa Fórmula Santander oferece 100 bolsas de estudo. Confira o relato de estudante selecionado

São Paulo – Amanhã é o último dia para estudantes tentarem conquistar uma das 100 bolsas de estudos que o programa Fórmula Santander oferece para brasileiros de 52 universidades conveniadas (veja a lista aqui). O programa dá ao todo 300 bolsas por ano e além dos brasileiros, estudantes mexicanos, espanhóis e britânicos também participam.

Podem se candidatar estudantes de graduação e pós e as bolsas são de 5 mil euros para serem usados no período de um semestre. O dinheiro é para custos de transporte, hospedagem e alimentação, já que o curso é fruto de acordo entre universidade de origem e de destino.

São mais de 1,2 mil universidades em 20 países que têm convênio com Santander e podem ser o destino dos universitários e pós-graduandos. As viagens serão programadas entre janeiro e 2017 e agosto de 2018.

“São as universidades que fazem a seleção dos alunos com base em excelência acadêmica, conhecimento de idioma e critério de renda”, diz Ronaldo Rondinelli, diretor da Santander Universidades, desde janeiro deste ano.

Desde que assumiu o cargo, Rondinelli tem buscado mais proximidade entre o banco e os universitários. “Estamos mais digitais”, diz. Uma das novidades da sua gestão é o aplicativo Santander Universitário. O app traz informações sobre as bolsas de estudo, vagas de emprego, descontos e promoções para todos os universitários, sem necessidade de ser cliente do banco para ter acesso.

As candidaturas de bolsa também podem ser feitas pelo aplicativo, além do site do Santander Universidades. “Conseguir uma bolsa internacional, muda tudo, é uma experiência ímpar e só de ter sido selecionado já significa que o jovem tem um diferencial”, diz Rondinelli.

Ainda sobre estar mais perto dos estudantes, o diretor do Santander Universidades explica que o Santander mantém um banco de dados com informações sobre os bolsistas que já foram contemplados. “A ideia é acompanhar esses jovens e colocar mais em evidência a história deles. Futuramente podem ser convidados a participar dos nossos processos seletivos”, diz.

Ederson dos Santos Alves é um desses jovens. Ele, que acaba de se formar em Direito pela PUC de Campinas, fez parte da sua graduação na Espanha, entre fevereiro e agosto de 2014, na Universidad Catolica San Antonio de Murcia, na cidade de Murcia.

O contato diário com diferentes culturas e as amizades, que, segundo ele, ficarão para vida toda, são o que de mais precioso ele trouxe na bagagem. “Fiquei em uma cidade pequena. Os espanhóis mesmo são um pouco fechados, mas fiz amigos italianos, franceses, coreanos, estadunidenses, peruanos, mexicanos, holandeses e lituanos. São muitas histórias e sinto que me ajudou a entender melhor a minha cultura, já que nós brasileiros somos frutos de uma mistura de culturas “, conta.

Aluno do ProUni, Alves não tinha ideia do que era fazer intercâmbio até uma professora da graduação indicar que ele fosse atrás de como conseguir uma bolsa para estudar fora. “Descobri em 2012, me inscrevi mas fiquei de fora porque ainda não tinha passaporte. Fiquei muito mal mas decidi que no próximo ano eu faria tudo que pudesse para conseguir”, conta.

A dedicação deu resultado e, depois de muito pesquisar, perguntar e estudar espanhol, ele foi selecionado em 2013 para intercâmbio no ano seguinte. A experiência trouxe tantos frutos que ele já fez algumas palestras para motivar estudantes a se interessar pela cultura e pela língua espanholas. “Meu objetivo é estimular os jovens para que eles queiram aprender”, diz.

SERVIÇO
Programa Fórmula Santander 2016
Inscrições: até 20 de setembro pelo site do Santander Universidades ou pelo app disponível para Android e para IOS.