Gringos na Bahia para fazer a nova versão do Ford Ka

São Paulo – Para desenvolver a próxima versão do Ford Ka, um projeto mundial, um grupo de 60 engenheiros circula pelos corredores da fábrica da montadora em Camaçari, na Bahia. São americanos, mexicanos, venezuelanos, argentinos, chineses, alemães e ingleses envolvidos.

“O olhar diversificado ajuda a fazer um produto que atenda as demandas de vários paí­ses”, diz Sergio Camara, gerente de engenharia responsável pelo projeto na América Latina.