Fundação Dom Cabral desbanca Harvard em ranking do Financial Times

Instituição mineira foi considerada a terceira melhor em cursos customizados de educação executiva

São Paulo – A Fundação Dom Cabral subiu para a terceira posição no ranking de melhores escolas em cursos customizados de educação executiva, segundo o periódico britânico Financial Times. A instituição baseada em Minas Gerais ficou atrás apenas da Duke Corporation Education e da HEC Paris.

A escola brasileira ficou à frente de instituições consideradas como as melhores do mundo em outros rankings, como Harvard Business School, Esade, IESE e ENSEAD.

É a primeira vez que uma escola de negócios latino-americana chega a uma posição tão alta da lista anual do Financial Times.

No ano passado, a Fundação Dom Cabral (FDC) ficou com a oitava posição no mesmo ranking. Em 2009, a escola apareceu na 16ª posição.

De acordo com a pesquisa feita pelo Financial Times, 85% das companhias que já usaram o programa de educação executiva da FDC admitem que gostariam de oferecê-los novamente aos seus funcionários.

No critério de qualidade de corpo docente, acomodação, infraestrutura de TI e bibliotecas, a Fundação Dom Cabral ficou com a segunda posição do ranking.

Já na lista geral das melhores escolas em educação executiva do mundo, a FDC ficou com a 5ª posição. Atrás apenas da HEC Paris, Harvard, Iese e IMD.

Para chegar a esses nomes, o periódico britânico ouve a opinião de centenas de presidentes e diretores de empresas que utilizam os programas executivos dessas escolas. Entre os critérios avaliados estão a infraestrutura oferecida pela unidade, a lógica de planejamento dos cursos e os métodos de ensino.