Expediente de segunda-feira na cervejaria revela tendência sem volta

Durante esta semana, a WeWork levou a diversos locais de São Paulo uma degustação de como é a experiência de coworking

São Paulo – Para quem só precisa de um computador e Wi-Fi para trabalhar, a semana pode começar bem diferente. Nesta segunda-feira, dia 11, o expediente foi na cervejaria Goose Island, em São Paulo, onde era possível sentar numa mesa ao ar livre, com frutas, água saborizada e café fresco disponíveis o dia todo.

Esse é só o começo de um dia normal para os profissionais que trabalham no WeWork. E, durante esta semana, a empresa levou a diversos locais de São Paulo uma degustação de como é essa experiência de coworking.

Com mais de 256 mil membros e 200 prédios globalmente, a empresa oferece espaços de trabalho compartilhados para um público variado, como startups, profissionais autônomos e até grandes companhias.

A WeWork chegou ao Brasil em julho de 2017 e, em um ano, já tem mais de 7 mil membros em 7 espaços no Rio de Janeiro e São Paulo. No segundo semestre, eles também chegam a Belo Horizonte.

Ao longo do dia na experiência do WeWork Week foi possível provar um pouco do que é a proposta da empresa, como cerveja e massagem à vontade. Em clima de Copa do Mundo, o fim do expediente teve até um torneio de pebolim.

Em seus espaços espalhados pelo mundo, seus membros pagam uma taxa mensal de ocupação e têm acesso aos serviços e confortos pensados para aumentar o bem-estar. A proposta da empresa é reimaginar o modelo de trabalho a partir da sua ambientação.

De acordo com Carolina Carioba, diretora de Talent Aquisition da WeWork para a America Latina, o ambiente de trabalho colaborativo não só afeta a qualidade de vida do funcionário, mas a produtividade das empresas.

“Hoje, prender a pessoa em uma mesa é a pior coisa que você pode fazer. Com os espaços flexíveis, a liberdade e interação com as outras pessoas fazem todo o processo de trabalho fluir melhor e problemas se resolvem mais rapidamente”, diz a diretora.

O ambiente mais descontraído apresenta outras vantagens. Sem uma mesa, não há como acumular papéis o que deixa as pessoas menos apegadas e territorialistas. “Você otimiza o espaço que tem, torna o trabalho mais eficiente e incentiva as pessoas a compartilhar mais”, explica Carolina durante o evento do WeWork Week.

WeWork Week na Goose Island, em São Paulo WeWork Week na Goose Island, em São Paulo

WeWork Week na Goose Island, em São Paulo (Midori De Lucca/WeWork/Divulgação)

Serviço

É possível agendar uma visita aos prédios por meio de formulário online e por telefone. O processo de adesão é todo online e os contratos duram no mínimo um mês.
Locais: 5 prédios em São Paulo e 2 no Rio de Janeiro. Os endereços estão no site.
Preços: são três modalidades de espaço, a Hot Desk, Mesa Dedicada e Escritório Privativo. A primeira, que dá acesso ao uso dos serviços e espaços das áreas comuns, custa a partir de 800 reais por mês. Veja mais sobre os planos.
Comodidades inclusas: internet, café, limpeza diária, acesso 24h ao prédio, recepção, impressoras, serviço postal, cabines telefônicas, bicicletário, entre outros.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s