EXAME e WILL discutem a liderança feminina nos negócios

O Fórum Mulheres na Liderança debate as melhores práticas para promover a liderança feminina e premia empresas que se destacam nessa questão

São Paulo — As mulheres ocupam apenas 16% do universo total dos cargos de liderança em empresas brasileiras, aponta uma pesquisa recém-concluída pela Korn Ferry. Mas esse percentual vem crescendo graças a uma série de iniciativas corporativas pela igualdade de gêneros.

Para discutir a questão, apontar as melhores práticas e premiar empresas que se destacam nesse quesito, EXAME fez uma parceria com a Woman in Leadership in Latin America (WILL), organização que se dedica a promover o desenvolvimento de lideranças femininas.

O Fórum Mulheres na Liderança, que acontece nesta tarde, em São Paulo, terá transmissão ao vivo no site EXAME e na página de EXAME no Facebook, começando às 17h30. Um dos destaques é um bate-papo com Ana Paula Vescovi, titular da Secretaria do Tesouro Nacional.

O Fórum terá também um debate sobre como acelerar a participação feminina na liderança das empresas. Vão debater a questão: Cristina Palmaka, presidente da SAP; Tania Cosentino, presidente da Schneider Electric; Zica Assis, presidente do Instituto Beleza Natural; Helio Magalhães, presidente do Citibank; Luís Sergio Vieira, presidente da EY Brasil; e Theo van der Loo, presidente da Bayer.

No evento, serão apresentados resultados do estudo mais abrangente feito para identificar as melhores práticas corporativas para a promoção da liderança feminina no país. Foi realizado pela WILL e por EXAME com suporte técnico da Fundação Getulio Vargas.

As conclusões desse estudo fazem parte da reportagem de capa da revista EXAME desta semana, que aborda a liderança feminina nas corporações. A revista será distribuída nesta sexta-feira aos assinantes e bancas e, no mesmo dia, será publicada integralmente no site EXAME.