Este “mestrado” não exige graduação e nem diploma de ensino médio

Formação é oferecida por uma das melhores universidades do mundo, o MIT

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts é figura carimbada nos rankings universitários de melhores do mundo. Não é à toa. Ano após ano, a instituição se destaca com pesquisas de ponta, formação em engenharia, negócios e inovação em várias áreas. Nada mais lógico, portanto, do que pensar que um mestrado no MIT tenha exigências altas para seus candidatos.

E é verdade. Como a maioria das universidades americanas, o processo seletivo para pós-graduação na instituição segue um roteiro exigente. Logo de cara, são essays sobre a trajetória do estudante, detalhes sobre a motivação por trás da candidatura cartas de recomendação.

A exceção à regra fica a cargo do curso “Data, Economics, and Development Policy”, um dos micromasters oferecidos pela instituição. Esse mestrado no MIT sequer exige diploma de graduação, ou mesmo de Ensino Médio – afinal, não há pré-requisitos do tipo.

Como funcionaria a parte presencial do mestrado?

Essa etapa ainda está sendo elaborada em detalhes pela instituição de ensino. O que já se sabe é que os estudantes que se destaquem nos cursos online terão acesso a um mestrado no MIT presencial.

Será uma formação acelerada, com um semestre de duração, voltada a projetos práticos na área de desenvolvimento e economia. Novamente, os estudantes deverão pagar apenas o que puderem, de acordo com sua faixa de renda. Para dar suporte aos alunos selecionados, o MIT planeja programas de apoio financeiro, ainda não divulgados.

  • Este artigo foi originalmente publicado pelo Estudar Fora, portal da Fundação Estudar
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Thanks for sharing such a good thinking, piece of writing is fastidious, thats why i have read it fully