Esta é a relação entre autoconhecimento e a sua inteligência emocional

No segundo episódio da websérie sobre inteligência emocional descubra qual é a influência do autconhecimento no denvolvimento desta habilidade

São Paulo – No segundo episódio da websérie produzida pelo Na Prática, para a Você S/A, a instrutora Lorena Bernardes explica qual é a relação entre autoconhecimento e inteligência emocional.  Se você perdeu o primeiro episódio, clique neste link e assista.

Ter um bom nível de autoconhecimento ajuda a interpretar as próprias emoções, entender o que elas, de fato, querem dizer, fazer conexões com outros traços da sua personalidade, e, então, lidar da melhor forma com elas.

O primeiro passo de melhora no autoconhecimento que Lorena recomenda é observar como as emoções se manifestam no seu dia a dia. “ Os principais aprendizados que a gente tem quando faz o esforço de se autoconhecer só são realmente válidos quando a gente aceita sentir e falar sobre dor, sobre vergonha, sobre medo, sobre algumas emoções negativas que a gente tem. Ou seja, ser vulnerável”, diz.

Além da importância da vulnerabilidade na construção de relações mais profundas, ou seja, colocar-se em um espaço de exposição emocional, a empatia também é essencial nesse processo.

“Empatia é capacidade de enxergar as situações pelas perspectivas dos outros – um dos principais componentes da inteligência emocional”, diz Lorena. Identificar as emoções dos outros e tentar reagir da melhor forma a isso é uma dica importante pois ajuda a construir relacionamentos cada vez mais saudáveis.

Aperte o play e confira a explicação completa no vídeo: