Esta é a regra que as pessoas de sucesso não quebram, segundo Ram Charan

Em entrevista a EXAME, um dos mais influentes consultores de empresas do mundo deu conselhos bem práticos para quem quer se destacar

São Paulo – Em um mundo de oportunidades, o foco é o condutor do caminho até o sucesso, segundo o professor indiano Ram Charan, um dos consultores de gestão mais influentes do mundo, guru de executivos do calibre de Jack Welch, o qual aconselhou por mais de duas décadas.

Mas, foco não significa, de maneira alguma, restrição do campo de visão para a eterna novidade do mundo. “Pergunte-se, todo dia, o que de novo aprendeu. Todos os dias o mundo está gerando coisas novas”, recomendou Charan na manhã de hoje em sua palestra no encontro anual da Fundação Estudar a jovens que dividiam a plateia, com Jorge Paulo Lemann. O empresário, que também já contratou os serviços de consultoria de Charan em suas empresas, é um dos fundadores da instituição e todos os anos participa do evento, que apresenta os novos-bolsistas da fundação. 

Observar os criadores de mudança no mundo, e Charan cita empresas como Tesla, Amazon e Uber como exemplos, é um estímulo para o aprendizado contínuo de quem também deseja fazer a diferença no mundo empresarial. Uma pergunta fundamental para que um líder de negócios deve constantemente buscar a resposta é: o que seria mais conveniente para o consumidor?

Questionamentos desse tipo podem ser essenciais para estabelecer sua meta. E é nesse momento é que entra em cena o foco citado no começo desse texto.  Para alcançar um objetivo, o especialista indica que sejam escolhidas apenas três atividades. Elas vão receber a maior parte de sua energia. “A regra de três”, diz Charan é algo que ele aprendeu com um de seus ex-alunos de Harvard e CEO de uma grande empresa.

Ao fim da sua palestra, Charam conversou com a reportagem de EXAME e indicou como escolher essas atividades as quais define como “ações-chave”. Ele também falou sobre fracasso e compartilhou quais são as suas três prioridades, aos 80 anos de idade:

EXAME: Você disse que temos que escolher três atividades chave para empregar a maior parte da energia. Como escolher?

Ram Charan: Foque três ações-chave. Essas três, combinadas, devem consumir dois terços da sua energia todos os dias. Como escolher quais são as atividades-chave? Faça uma lista de tudo o que quer fazer e coloque diante de sua meta, escolha uma só meta. Escolha qual combinação de (três) ações vai ajudá-lo a atingir a maior parte dessa meta. É assim que você seleciona.

EXAME:  Com que frequência devo revisitar e redefinir essas ações e atividades-chave?
Ram Charan: Primeiro observe as mudanças externas , são elas que vão indicar se você precisa começar a fazer algo novo ou parar de fazer alguma coisa. 

Em segundo lugar, quando completar uma meta deve também substituir prioridades. Mas, saiba que essas prioridades duram um tempo longo, nao devem mudar todo dia.

EXAME: E quando falhamos em alguma meta? Como lidar?
Ram Charan: Primeiro nunca diga que falhou. Diga: algo deu errado, deixe-me descobrir o que deu errado e como lidar com isso. O fracasso é uma plataforma para aprender o que deu errado. Faça isso. Deixe-me dar exemplos disso: a invenção do aspirador de pó passou por centenas de iterações (processo de repetições sucessivas até se chegar ao resultado desejado).Thomas Edison, que inventou a lâmpada, passou por diversas iterações e falhou muitas vezes, mas ele, não fracassou. Sua missão estava clara, a meta estava clara, ele aprendeu todas as vezes em que não foi bem sucedido, a informação contida naquilo levava ao diagnóstico do que deveria ser feito de forma diferente.Essas pessoas nunca fracassam.

EXAME: Você pode dividir conosco quais são as suas três ações-chave nesse momento?
Ram Charan: Eu tenho 80 anos, então não tenho mais o impulso que tinha antigamente. Mas agora – e tem sido também minha vida inteira -minha primeira prioridade é continuar aprendendo. Minha segunda prioridade é procurar novas tendências e a terceira prioridade é como eu desenvolvo as pessoas.