De olho nas mensagens

O Tribunal Superior

do Trabalho (TST) reconheceu o direito de o HSBC Seguros rastrear o correio eletrônico de um empregado para obter provas e demiti-lo por justa causa. Ele usava o e-mail de trabalho para enviar fotos pornográficas aos colegas. A decisão

abre precedente para outras empresas vigiarem mensagens dos funcionários.