Conhece as provas necessárias para estudar fora do país? Assista ao vídeo

No terceiro episódio da websérie “O que você precisa fazer para estudar fora?”, aprenda tudo sobre os exames de proficiência de idioma

São Paulo – TOEFL, IELTS, DELE, SIELE, DELF, DALF ou HSK? Não se desespere, esses são apenas alguns dos principais testes de proficiência de idioma exigidos pelas universidades estrangeiras.

Se não sabe qual prova deve fazer, não tem problema. A websérie “O que você precisa fazer para estudar fora?”, uma parceria entre o site EXAME e o canal Estudar Fora, da Fundação Estudar, vai ajudar com todas as dúvidas de quem busca uma experiência de aprendizado no exterior.

Pode parecer estressante, mas não dá para evitar: as provas de proficiência são necessárias para avaliar se os alunos vão consegui acompanhar o conteúdo das aulas. Os testes oficiais também servem para padronizar a seleção de estudantes do mundo inteiro, comparando as notas de alunos, sejam eles do Brasil ou da Indonésia.

Por isso, além de informarem que tipo de provas aceitam, as universidades também possuem uma nota mínima para os candidatos a um vaga.

Nos cursos disponíveis em língua inglesa, as instituições costumam usar dois exames: o TOEFL e o IELTS. A nota do primeiro vai de 0 a 120 pontos e as universidades costumam exigir a nota mínima de 90 pontos. E no mestrado e doutorado, a nota de corte pode ser maior.

Entenda tudo sobre os exames no terceiro episódio da websérie:

Nos dois episódios anteriores, a apresentadora Flora Damin tirou as dúvidas sobre outras etapas do processo para estudar fora do Brasil, como as maneiras para financiar seus estudos e como apresentar seu histórico escolar e o currículo.