Coca-cola Guararapes treina na Escola de Liderança

As pessoas que mais se destacam passam o compor um pool de talentos, para desenvolvimento acelerado

Jaboatão dos Guararapes (PE) – A ordem do dia na Coca-Cola Guararapes, engarrafadora que atua nos estados de Pernambuco e da Paraíba, é reduzir o turnover — de 22%, em 2010, para 12% até 2020.

Hoje, a rotatividade na empresa já baixou para aproximadamente 16%, fruto de investimentos no desenvolvimento de pessoas. E, por desenvolvimento, entenda-se não apenas cursos para os funcionários, mas também para suas famílias.

Em parceria com o Senac, a Coca-Cola criou um curso de empreendedorismo, com noções sobre como cuidar de pequenos negócios, como salões de beleza e facções de costura. Em apenas um ano, 75 mulheres — esposas e familiares dos empregados — foram treinadas. Agora, a companhia estuda novo treinamento, com o tema empregabilidade, para atingir filhos, sobrinhos e netos de seus profissionais.

Outra medida para a retenção de pessoas foi o programa Qualifique-se, que oferece subsídio a cursos ligados ao negócio da Coca-Cola. Está aberto a trabalhadores até a função de analista sênior, com pelo menos um ano de casa, assiduidade, frequência e nota 4 (de um total de 5) na avaliação de desempenho. Atualmente, 200 pessoas usufruem do benefício.

Em 2011, a empresa investiu 1 milhão de reais em treinamento e desenvolvimento, ante 1,6 milhão de reais já aplicados em 2012. A companhia também realiza anualmente o Fórum de Desenvolvimento de Pessoas, para mapear profissionais capazes de assumir cargos de gestão.

Eles recebem treinamento específico na Escola de Liderança da Coca-Cola, e aqueles de maior potencial passam a compor o grupo chamado de Talent Pool, que, desde 2007, já submeteu cerca de 50 pessoas a um programa de desenvolvimento acelerado.

Um deles foi Marcelo Maia, o atual presidente da Coca-Cola Guararapes, que assumiu o cargo no começo de 2012 e era gerente de marketing quando participou da primeira turma do Talent Pool. O diretor financeiro e o de marketing também já integraram o grupo. Prova de que essa é uma empresa para se fazer carreira.

PONTO(S) POSITIVO(S) PONTO(S) A MELHORAR
Segundo o time, o recrutamento interno, implantado em 2010, tornou as promoções transparentes e justas. Em 2011, 356 pessoas foram promovidas por esse canal. Não oferece plano de previdência privada e o subsídio à educação, de até 70% do valor da mensalidade, não contempla cursos de graduação.