Australianos são demitidos por prática de planking

Jogo que virou febre no Facebook levou um jovem à morte na semana passada; oito perderam o emprego na Austrália

São Paulo – Oito funcionários da rede de lojas australiana Woolworths foram demitidos por praticar planking . O jogo, disseminado pela rede social Facebook, consiste em ser fotografado como se o corpo humano fosse uma prancha.

Para atrair a atenção, a regra é escolher as situações mais pitorescas (e perigosas) para fazer as fotos. Ganha a competição quem conseguir mais cliques no botão Curtir do Facebook.

Na semana passada, o jogo acabou em morte. Um estudante australiano de 20 anos caiu do sétimo andar de um edifício residencial após tentar se equilibrar num parapeito de cinco centímetros de espessura.

Demissões
De acordo com informações do jornal The Daily Telegraph, a empresa alega que os funcionários colocaram em risco as próprias vidas e aos dos clientes ao praticar o planking dentro de unidades da Woolworths.

Dois deles, um gerente e um sub-gerente de uma loja de eletrônicos da rede equilibraram uma tábua sobre uma estante de dois metros de comprimento para fazer as imagens. Em outro estado, dois funcionário também utilizaram uma tábua para tirar fotos sobre uma máquina de picar carne.

Até agora, a página oficial do planking no Facebook possui mais de 230 mil fãs.