As melhores dicas de 2012 para currículos

Confira os conselhos de especialistas publicados no Guia de Currículo para valorizar ao máximo a sua trajetória profissional e fisgar o recrutador de vez

São Paulo – Um bom currículo faz toda a diferença quando o objetivo é chamar a atenção do recrutador e garantir uma entrevista de emprego. Afinal, você pode ser competente e ter uma trajetória profissional impecável, mas se não souber valorizar estes aspectos no currículo corre o risco de nem chegar a conversar pessoalmente com o entrevistador.

Pensando nisso, EXAME.com selecionou as dicas mais relevantes publicadas  no Guia do Currículo neste ano. As dicas são sim de 2012 mas, sem dúvida, continuam valendo para 2013. Confira:

1 Não deixe passar nenhum erro de ortografia

Escorregões ortográficos (por mínimos que sejam) vão saltar aos olhos dos recrutadores. Afinal este tipo de erro é inadmissível e cometê-lo é o primeiro passo para arruinar as suas chances de ter uma entrevista de emprego. Antes de enviar o currículo, peça sempre para uma ou duas pessoas lerem o seu currículo para se certificar de que nenhum deslize – não corrigido pelo corretor ortográfico- passe batido.

2  Aposte na clareza e na objetividade

A apresentação do currículo pode ser inovadora na forma, contanto que as informações continuem visíveis e que a clareza não seja prejudicada. Procure sempre deixar o seu currículo de fácil leitura.

3 Objetivo profissional deve ser alinhado à oportunidade em questão

Vai se cadastrar a diferentes oportunidades? Para cada uma delas crie um objetivo profissional alinhado. A falta de relação direta com o tipo de trabalho oferecido indica ausência de foco e dá a entender que você está disparando currículos aleatoriamente.


4 Coloque links 

Dar um toque multimídia ao currículo apostando em links  – para portfólio virtual, perfil no LinkedIn, blog profissional ou até um vídeo de apresentação no Youtube –  pode ser um diferencial interessante no material que você apresenta ao mercado.

5 Não adicione imagens

Fotos e imagens tornam o arquivo pesado e são totalmente desnecessárias, de acordo com João Marco, diretor da Michael Page. Não se esqueça de que o objetivo do currículo é apresentar a sua trajetória profissional, não ilustrá-la com fotos.

6 Só coloque pretensão salarial se ela for solicitada

De acordo com o diretor da Michael Page, colocar pretensão salarial no currículo pode ser um tiro no pé. Isso porque você pode ser eliminado da seleção para um projeto apenas por ter indicado um salário mais robusto. A regra então é colocar essa informação apenas quando ela é solicitada, o que que acontece em alguns sites de recrutamento.

7 Mostre que tem potencial

Experimentos recentes de pesquisadores das universidades de Stanford e Harvard indicam que ter potencial é até mais importante do que as conquistas alcançadas na carreira.

Assim, além de transmitir no currículo os bons resultados atingidos ao longo da carreira, destaque também a sua formação acadêmica, que é um dos pontos fortes para demonstrar que você tem potencial. Principalmente, se ela estiver alinhada ao cargo em questão. Cursos, treinamentos relevantes para aquela oportunidade profissional não devem ficar de fora.