As 50 empresas preferidas pelos estudantes de engenharia no Brasil

Petrobras, MRV e Google são as empresas mais citadas pelos futuros engenheiros, segundo ranking da Universum

São Paulo –  “Há 4 anos, um em cada dois estudantes de engenharia escolhia a Petrobras como a empregadora mais atrativa. Hoje, esse índice é de um a cada quatro”, diz André Siqueira, diretor da Universum, consultoria internacional responsável por divulgar os rankings de empregadores mais atraentes.

Ainda que experimentando uma baixa na atratividade, a Petrobras continua sendo a mais citada pelos estudantes de engenharia e isso não muda desde que a pesquisa começou a ser feita. Nesta edição foram ouvidos 9.167 universitários de cursos de graduação da área de engenharia em 123 universidades do Brasil.

A maior construtora da América Latina, a mineira MRV estreia na lista logo atrás da Petrobras. Além do tamanho e dos bons resultados mesmo em tempos de crise, investimentos em tecnologia também jogam a favor da atratividade dela.

Em canteiro de obras visitado por EXAME, na região metropolitana de Belo Horizonte, engenheiros, pedreiros e clientes podiam usar óculos de realidade virtual para enxergar em três dimensões os projetos arquitetônicos para os espaços. A empresa também usa drones para vistoria de fachada e mapeamento de terreno.

Segundo a pesquisa, ser inovador ou empreendedor é a terceira principal meta de carreira dos futuros engenheiros, após equilíbrio entre vida profissional (1º) e pessoal e estabilidade/segurança no emprego (2º).

Com as novas diretrizes curriculares publicadas recentemente pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), iniciativas pedagógicas mais inovadoras devem ganhar força nas faculdades de engenharia. O Centro Universitário FEI, por exemplo, remodelou sua grade curricular e alunos de engenharia têm aulas de inovação já no primeiro ano.

Um das empresas mais associadas a inovação, o Google aparece em terceiro lugar na preferência dos estudantes de engenharia, à frente do governo federal e Odebrecht. A construtora, ainda enfrentando crise de reputação por conta da Lava Lato, continua, no entanto, sendo uma das principais referências para os futuros engenheiros. A última edição do programa de estágio de férias da empresa teve mais de 35 mil inscritos e a nova turma está sendo recrutada, até o dia 17 de maio.

Confira a lista das 50 empresas mais citadas pelos universitários :

Empregador % de estudantes que escolheram a empresa em 2019 Ranking 2019 Ranking 2018 Diferença de posição nos rankings 19-18
Petrobras 24,86% 1 1 0
MRV Engenharia 19,38% 2 não apareceu
Google 16,70% 3 2 -1
Governo Federal 15,11% 4 3 -1
Odebrecht 13,95% 5 5 0
Ambev 12,68% 6 4 -2
Embraer 10,42% 7 6 -1
Apple 9,41% 8 7 -1
Vale 9,39% 9 8 -1
Microsoft 8,29% 10 9 -1
BMW Group 8,08% 10 -1
Volkswagen 7,42% 12 17 5
Votorantim 7,30% 13 11 -2
Nestlé 7,18% 14 12 -2
Toyota 6,95% 15 15 0
Eletrobras 6,58% 16 14 -2
Bayer 6,14% 17 13 -4
Camargo Corrêa 5,78% 18 20 2
The Coca-Cola Company 5,71% 19 16 -3
GE-General Electric 5,51% 20 19 -1
Gerdau 5,29% 21 29 8
Heineken 5,17% 22 18 -4
Andrade Gutierrez 5,13% 23 24 1
Volvo Group 5,08% 24 31 7
Netflix 4,99% 25 21 -4
General Motors 4,88% 26 30 4
Samsung 4,76% 27 25 -2
Bosch 4,73% 28 35 7
Itaú Unibanco 4,68% 29 50 21
Natura 4,60% 30 27 -3
BASF 4,39% 31 34 3
Honda 4,39% 32 33 1
Banco do Brasil 4,21% 33 38 5
Nubank 4,14% 34 44 10
Braskem 4,06% 35 41 6
Raízen 4,05% 36 32 -4
Ford Motor Company 4,04% 37 39 2
Siemens 3,96% 38 26 -12
Unilever 3,92% 39 40 1
Intel 3,79% 40 28 -12
Caterpillar 3,78% 41 56 15
John Deere 3,74% 42 43 1
Johnson & Johnson 3,69% 43 42 -1
3M 3,65% 44 22 -22
L’Oréal Group 3,62% 45 46 1
IBM 3,51% 46 37 -9
Rede Globo 3,40% 47 45 -2
LATAM Airlines 3,38% 48 57 9
Amazon 3,21% 49 não apareceu
Facebook 3,14% 50 36 -14