As 10 qualidades que empregadores mais buscaram no LinkedIn

O site divulga anualmente a lista das qualidades que mais foram buscadas, um indicativo de oportunidades e setores mais saturados

São Paulo – Está pensando em mudar de emprego em 2015? Sente que é hora de dar uma guinada na carreira? Essa é uma decisão que precisa ser bem analisada.

Afinal, apesar dos baixos índices de desemprego, nem toda área está com vagas sobrando por aí. A tecnologia te ajuda até na hora de procurar uma nova empresa.

Com mais de 300 milhões de usuários no mundo, o LinkedIn é a maior rede social voltada para o mercado corporativo do mundo.

Para quem não conhece, o perfil dos usuários na rede e uma versão do currículo com formação acadêmica, especializações e pretensões de carreira.

Por outro lado, os empregadores podem disponibilizar vagas com características específicas ou mesmo buscar possíveis futuros-empregados.

E, claro, quando alguém arruma um emprego novo, pode atualizar o perfil.

Parece ser um belo banco de dados dos movimentos do mercado? E é. Com toda essa informação reunida, o site divulga anualmente a lista das qualidades que mais foram buscadas, um indicativo de oportunidades e setores mais saturados.

Veja a lista das dez principais habilidades profissionais desejadas em 2014 no Brasil:

1- Análise estatística e de dados da mineração
2 – Recrutamento profissional
3 – Arquitetura web e conhecimentos em plataformas de desenvolvimento
4 – Middleware e integração de software
5 – Sistemas de armazenamento e gestão
6 – Rede, assim como informação
7 – Sistemas de controle e revisão de software de segurança
8 – Business Intelligence
9 – Marketing em mídia social
10 – Engenharia e armazenamento de dados e armazenamento

O LinkedIn também divulgou os resultados globais, veja os principais:

1- Análise estatística e de dados da mineração
2 – Middleware e integração de software
3 – Sistemas de armazenamento e gestão
4 – Segurança de redes e de informação
5 – Marketing baseado em SEO/SEM
6 – Business Intelligence
7 – Desenvolvimento para dispositivos móveis
8 – Arquitetura web e conhecimentos em plataformas de desenvolvimento
9 – Design de algoritmos
10 – Domínio de programação em Perl/Python/Ruby

Além dos resultados, o LinkedIn divulgou uma pequena análise com três destaques:

As pessoas estão contratando!

Neste ano, os especialistas em recrutamento estão no topo da lista de vários países (no Brasil, foi a segunda habilidade mais valorizada).

Este pode ser um indicativo de que as empresas estão à procura de talentos em 2015.

Marketing em alta.

Diferentes tipos de especialistas em marketing estão entre os mais procurados (SEO/SEM, gestores de campanhas e profissionais focados em marketing digital).

De acordo com o site, isso pode ser um indicador da preocupação das empresas com esse quesito.

Ciência + tecnologia + engenharia + matemática = inovações tecnológicas.

Qualidades do grupo classificado como STEM (sigla em inglês) estão entre as mais presentes nas listas.

De acordo com a análise do site, este é um ótimo indicador de “para onde olhar” no ano que vem, seja você um empregador ou alguém à procura de trabalho.

É claro que é preciso fazer uma ressalva: a pesquisa foi feita com base nos dados do LinkedIn.

Então, a parcela do mercado que ainda não utiliza a rede (ou que utiliza de forma pouco ativa) não está sendo considerada.

Mas, mesmo assim, dar uma pesquisada nos assuntos que você não conhece da lista ou melhorar aqueles em que você já é bom não vai fazer mal algum.