As 10 executivas mais poderosas, segundo a Fortune

No topo da lista feita pela revista está a presidente da Kraft, Irene Rosenfield; Meg Whitman retorna entre as dez mais

São Paulo – Irene Rosenfield, presidente do grupo alimentício Kraft, conquista a primeira posição na lista das 50 mulheres mais poderosas do mundo dos negócios nos Estados Unidos. A lista foi divulgada essa semana pela revista Fortune. O ranking é elaborado anualmente e este ano fica marcado por Irene ter desbancado Indra Nooyi, diretora-executiva da PepsiCo que liderava o ranking desde 2005.

Meg Whitman ocupa o nono lugar da lista, uma semana após ser nomeada a presidente e diretora-executiva da Hewlett-Packard (HP). A ex-CEO da Ebay não estava presente no ranking do ano passado.

A revista também classificou as executivas com os salários mais altos de 2010 e somente Indra aparece entre as dez mais bem pagas, com um salário anual de 14 milhões dólares.

Marissa Mayer, vice-presidente da divisão de serviços de localização do Google é a executiva mais nova da lista, tem apenas 36 anos. Das poderosas, 14 têm menos de 50 anos. Confira ao lado, asdez mais poderosas do ranking.