Após investimento milionário, a Creditas está com 200 vagas abertas

A fintech quer chegar ao marco de mil funcionários até setembro. Eles têm oportunidades para diversas áreas, como finanças, tecnologia e legal

São Paulo – A Creditas, fintech de crédito com garantia, esperava aumentar sua equipe e chegar a até mil funcionários no fim do ano. Após um aporte de 231 milhões de dólares em julho, a meta foi atualizada: eles vão alcançar o marco ainda em setembro.

São 200 novas vagas abertas nas áreas de produto, tecnologia, analytics, compliance e direito, experiência do consumidor, sucesso do cliente, financeiro, marketing estratégico, operações, risco, relacionamento e treinamento.

Distribuídas no escritório de São Paulo e de Porto Alegre, as posições abertas estão disponíveis no site do Kenoby e têm um perfil diferente daquelas no começo do ano, pois eram mais focadas em cargos iniciais e no crescimento das equipes.

Segundo Whiny Fernandes, coordenadora de Marca Empregadora da Creditas, esse aumento rápido de colaboradores gerou a demanda por pessoas com especialidades mais específicas em cada área.

“Precisamos de pessoas mais experientes e com características de liderança para montar novos times que ajudem a escalar ainda mais o negócio”, explica ela.

A fintech foi terceira colocada do ranking da Love Mondays (agora Glassdoor) de empresas mais amadas do Brasil pelos funcionários. Em setembro, a empresa tem mais planos para aumentar a equipe, dessa vez com o seu primeiro programa de estágio com 40 vagas para estudantes.

Também há vagas para profissionais locais em Valência, na Espanha, cidade natal do presidente da empresa, Sergio Furio. O escritório é focado em tecnologia e inovação, ainda sem planos para montar operação, embora alguns colaboradores brasileiros possam ter a chance de atuar no local.