Após 6 anos, Vale recruta trainees e aceita todos os cursos superiores

São 40 oportunidades, confira como se inscrever e qual é o perfil que a Vale procura com as dicas da diretora da área de Pessoas

São Paulo – Depois de 6 anos sem ter um programa de trainee, a Vale começa hoje a recrutar para 40 oportunidades e qualquer área de formação é aceita para esta edição. As inscrições começam às 15h de hoje e vão até o dia 5 de novembro, pelo site da Vale.

“Estamos retomando de forma permanente, sem limitação de formação, temos oportunidades que vão de engenharia, a comunicação, economia e vagas em todas as regiões em que a Vale opera”, diz Marina Quental, diretora de Pessoas da Vale. Cidades como por exemplo, São Luís (MA), Canãã dos Carajás (PA), onde a Vale opera com novas tecnologias na produção de minério de ferro – Vitória (ES), Belo Horizonte (MG) e Rio de Janeiro (RJ) estão na lista.

“Canaã dos Carajás espelha o nosso futuro, mas não é especificamente para contratar profissionais para lá. Não é um programa de especialistas, buscamos perfis mais generalistas”, diz Marina.

Colaboração, visão global e atitude questionadora serão algumas das características comportamentais investigadas durante o processo seletivo. Como acontece com o programa de estágio

O programa é global e, além do Brasil, abre oportunidades para quem já mora no Canadá ou em Moçambique. “Não vamos expatriar brasileiros, vamos buscar recursos locais”, explica Marina. Uma das maiores mineradoras do mundo, a empresa tem sede no Brasil está em 30 países e emprega 101 mil pessoas, entre funcionários e terceiros permanentes. São 76 mil no Brasil, 7,7 mil no Canadá e 6 mil em Moçambique.

Podem se candidatar, universitários com até três anos de formado ou que estejam no último semestre da graduação. Inglês avançado e mobilidade são requisitos. Em dezembro, a empresa deve anunciar os 40 aprovados.

Com rotação entre as áreas da empresa, o programa dura um ano e apresenta a possibilidade de viagens internacionais para conhecer a operação da Vale em outros países.

Confira as dicas da diretora Marina Quental para quem quer ser trainee da Vale: