Ambev abre inscrição do novo programa de trainee com salário de R$ 6,4 mil

Exclusivo: a Ambev reformulou o programa de trainee e conversamos com o diretor de gente e gestão, Renato Biava, para entender o que mudou

São Paulo – Um dos trainees mais cobiçados do mercado, o da Ambev, acaba de abrir as inscrições e está de cara nova. Reestruturado, o programa está mais curto, com 4 meses e não mais 10, e não faz mais distinção entre as áreas corporativas e industriais.

O salário é 6,4 mil reais e os selecionados entram como funcionários da empresa. As inscrições podem ser feitas até o dia 7 de abril pelo site da Ambev

Em entrevista exclusiva, Renato Biava, diretor de Gente e Gestão da Ambev, diz que a condensação do treinamento atende a um pedido dos próprios trainees. “Estamos atendendo ao que escutamos ao longo dos anos, já que formamos nossa liderança internamente. E os jovens querem colocar a mão na massa mais cedo”, diz.

O recrutamento dos novos trainees é feito em três grandes eixos:

Supply: para quem quer trabalhar na área industrial dentro da cervejaria, em produção;

Business: para interessados nas áreas de negócios, marketing, comercial, finanças

Tech: para quem busca posições ligadas a tecnologia. Essa é uma das novidades desta edição. “O eixo tech engloba a área de inovação da Ambev. Abrimos essa porta para quem tem o interesse”, diz Biava.

Todos os cursos superiores de todas as instituições de ensino do país são elegíveis para qualquer uma das três áreas. Para se inscrever é preciso ter até dois anos de formado, interesse em morar em qualquer estado.

Conhecimento entre intermediário e avançado de inglês é um requisito desejável nas palavras do diretor. “O inglês não é requisito de corte”, diz o executivo, embora o idioma seja tema de uma das provas online do processo.

Todos os selecionados terão treinamentos teóricos nos três primeiros meses, quando passam por diversas áreas da companhia. “Incluímos nas três áreas treimamentos com a metodologia AGILE, os jovens vão aprender a trabalhar em SQUADS (equipes multidisciplinares)”, diz Biava. O método Agile está ganhando o mercado por estimular a inovação é capa da edição 250 da Revista Você S/A.

No último mês, o desenvolvimento dos trainees é totalmente focado na prática de trabalho na área em que ele será alocado.

A seleção também está mais curta

Sem número de vagas definido, o processo seletivo vai durar três meses (até junho) e não mais seis, como era praxe. “ Também estamos buscando desenvolver os candidatos durante o processo seletivo, para que mesmo quem não for aprovado leve algo da seleção”, diz.

A capacitação dos candidatos vai acontecer durante a fase presencial, que é terceira etapa da seleção. Testes online de inglês, raciocínio lógico e de perfil dão início ao processo que também conta com apresentação de uma análise de case e entrevistas, também online. Quem passar na fase online vai para a etapa presencial, quando vão participar de um painel de negócios, em que vão desenvolver um caso de negócios em equipe. Os finalistas serão entrevistados pelos vice-presidentes e pelo presidente da Ambev.