“Airbnb da comida” contrata pessoas para jantar em 42 países

Parece mentira, mas não é: startup oferece "emprego dos sonhos" que permite avaliar o trabalho de cozinheiros em suas casas pelo mundo

São Paulo — Se você é apaixonado por gastronomia e viagem, é melhor estar sentado para receber esta notícia: uma empresa vai contratar duas pessoas para avaliar cozinheiros em 42 países, com todas as despesas pagas.

O convite é da Dinneer.com, startup brasileira que atua de forma parecida à da Airbnb ou do Uber. A plataforma promove jantares compartilhados na casa de pessoas comuns, conectando anfitriões que gostam de cozinhar com visitantes que adoram comer.

Em vez de se hospedar na casa de um desconhecido, como ocorre pela Airbnb, o usuário reserva um jantar preparado pelo morador. O objetivo é ter uma experiência gastronômica diferente, mais intimista e personalizada do que a permitida por um restaurante tradicional.

Os requisitos para concorrer ao “melhor emprego do mundo”, como define a própria Dinneer.com, são paixão por cozinhar, abertura para comer qualquer tipo de comida e disponibilidade para cumprir um agitado roteiro de viagem por alguns meses. 

Além disso, é preciso ter facilidade para ficar na frente das câmeras. Isso porque, durante a viagem, a dupla de escolhidos fará um documentário sobre a comida brasileira pelo mundo. O resultado será transmitido por um canal de TV não divulgado pela Dinneer.com.

O anúncio também cita que o candidato precisa gostar de escrever, ser um bom anfitrião, participar de redes sociais, ter espírito aventureiro e ser “muito sociável”. Também é preciso ter mais de 21 anos de idade e contar com alguma experiência em gastronomia — embora não seja exigida nenhuma formação acadêmica específica.

Os novos funcionários vão visitar países como Austrália, Japão, México, Argentina, Estados Unidos, França, Espanha, Itália, entre outros. As refeições serão feitas nas casas de pessoas cadastradas na Dinneer.com.

As inscrições ficam abertas até o dia 11 de julho e devem ser feitas no site oficial da empresa. Informações sobre remuneração não foram divulgadas.