Agências de publicidade buscam profissionais de planejamento

São Paulo – O planejamento é uma área relativamente nova e não tradicional se comparada com outros ramos da publicidade, como atendimento, criação e mídia, por exemplo. Por isso, segundo especialistas, o mercado está carente de profissionais experientes na área.

O planejador em uma agência de publicidade é aquele que vai tentar viabilizar o pedido do cliente, tratar da estratégia da marca, analisar o mercado e criar uma mensagem estratégica, segundo José Ricardo Amaro, diretor de RH do Grupo ABC,

“É aquele que vai contemplar o mundo e fazer as apresentações, tanto em longo prazo quanto no dia a dia”, afirma Fernando Musa, diretor-geral da Ogilvy. Além disso, na prática, o profissional tem que estar atento a tudo, de mudanças tecnológicas a hábitos de consumo.

Geralmente os profissionais dessa área são formados em propaganda, marketing ou administração, mas para Amaro há espaço para graduados em filosofia, sociologia e psicologia. “A complementação na formação pode ser feita por meio de educação executiva em escolas de negócios para aprofundar na área”, explica.

Musa diz que a experiência é essencial, tanto na área quanto na vida. “É preciso ter experiência como usuário das coisas, de ter um comportamento contemplativo, desprovida de preconceitos, gostar de se observar e se relacionar. Dentro da agência ele tem que atuar como provocador e lidar com pressão e frustração”, afirma.

Amaro completa que é necessário gostar de fazer pesquisas e ter outras competências comportamentais como senso de urgência, comprometimento e se colocar tanto no lado da agência quanto do lado do cliente.

No início da carreira, o salário é de 2 mil reais, mas dependendo da agência e do talento do profissional, o salário de uma posição gerencial fica entre 15 a 25 mil reais. Apesar do mercado aquecido, Musa alerta que há espaço para crescer, mas a resposta não é imediata. “É preciso comer muito arroz e feijão”, diz.