Advogado abandona carreira para se tornar coach

Geronimo Theml era advogado e recebia um salário alto - mas mudou totalmente a sua vida profissional

 

Salário de 21 000 reais, estabilidade, prestígio. Geronimo Theml, de 43 anos, abriu mão de tudo isso para realizar um sonho que parecia delírio: abandonar uma sólida carreira na Advocacia-Geral da União (AGU) para se tornar palestrante motivacional. “Trabalhei no Ministério da Justiça e fui procurador-chefe da União no estado do Espírito Santo. Era bem-sucedido, mas não me sentia feliz”, diz.

Após um período de autoanálise, chegou à conclusão de que tinha o dom de motivar as pessoas. “Mas sobre o que iria falar para elas?.” Buscando um caminho, Geronimo descobriu o coaching em 2012. Menos de seis meses depois, já com o certificado de coach em mãos, começou a atender nas horas vagas, de graça. Aos poucos, a agenda foi ficando cheia e, ele, tomando coragem. Após uma longa negociação com a família, pediu exoneração do cargo de advogado da União em 2014.

Livre para se dedicar ao seu sonho, criou com a mulher, em Vila Velha, no Espírito Santo, a Full Ideias, empresa de palestras, cursos e programas de coaching, produtividade e desenvolvimento pessoal. Seu primeiro curso online arrecadou 97 000 reais em sete dias; o segundo, 180 000 reais. “Em dois anos, contratamos 21 funcionários e crescemos dez vezes em faturamento”, diz. “Ainda que tivesse dado errado, eu teria orgulho de ter feito essa transição, em vez de passar a vida pensando em como teria sido”.