A carta de Joaquim Barbosa indica (gramaticalmente) uma possibilidade

Professor Diogo Arrais analisa o texto divulgado hoje por Joaquim Barbosa em que ele diz ter tomado decisão sobre candidatura

Pressupostos são informações implícitas adicionais, facilmente compreendidas devido a palavras ou expressões em uma mensagem. Em:

Barbosa não voltará mais a Miami.”
(ele já esteve em Miami)

Já os subentendidos são insinuações, informações dependentes da compreensão do leitor diante do texto ou enunciado. Há possibilidade de serem verdadeiras. Ratifica-se aqui: possibilidade, não obrigatoriedade.

Nesta manhã, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal redigiu:

“Está decidido. Após várias semanas de muita reflexão, finalmente cheguei a uma conclusão. Não pretendo ser candidato a Presidente da República. Decisão estritamente pessoal.”

Desse registro, façamos uma análise textual: o verbo estar, em sua inicial significação, remete a algo que se encontra em certo estado, condição, ou situação no tempo ou no espaço.

A locução adverbial temporal “Após várias semanas de muita reflexão”, antes do sujeito, corretamente separada por vírgula, aponta longo período de meditação profunda acerca da candidatura presidencial.

Depois de “está decidido” e “conclusão”, há o grande verbo da mensagem: pretender, proveniente do latim praetendere, modificado pelo advérbio “não. Vejamos:

Ter intenção de; tencionar:

“Barbosa não pretende ir ao Congresso Nacional amanhã.”
(é possível que Barbosa compareça ao Congresso)

“Após reflexão, Barbosa não pretende candidatar-se.”
(é possível que Barbosa candidate-se)

Além disso, tencionar – verbo transitivo direto – remete a “planejar”, “projetar”:

“Joaquim não tenciona a candidatura.”
(ele não projeta; ele não tem a intenção)

Na última frase, existem os termos “Decisão estritamente pessoal.”. A palavra “estritamente” revela a “forma rigorosa, precisa; exatamente, rigorosamente”. Se não fosse pessoal, talvez não houvesse essa decisão.

Como em Política os pressupostos e os subentendidos são ainda mais amplos, não ficarei surpreso caso veja a candidatura do ex-presidente do STF.

Um grande abraço, até a próxima e inscreva-se no meu canal!

Diogo Arrais
@diogoarrais
YouTube: MesmaLíngua
Professor de Língua Portuguesa
Autor Gramatical pela Editora Saraiva

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nossa esse cara que escreveu o texto esta doente!